Página inicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Pesquise No Site
Este site usa cookies para fornecer nossos serviços, melhorar o desempenho, para análises e (se não estiver conectado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing, você reconhece que leu e entendeu nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade . Seu uso do site e dos serviços está sujeito a essas políticas e termos.
Hide this

Resultados do Google Livros

Clique em uma foto para ir ao Google Livros

Carregando...

Stamboul Train (1932)

de Graham Greene

Outros autores: Veja a seção outros autores.

MembrosResenhasPopularidadeAvaliação médiaMenções
1,530388,603 (3.53)82
PLAYAWAY. Published in 1932, Graham Greene's gripping spy thriller unfolds aboard the majestic Orient Expess as it crosses Europe from Ostend to Constantinople. Weaving a web of subterfuge, murder and politics along the way, the story focuses upon the disturbing relationship between Myart, the pragmatic Jew, and naive chorus girl Coral Musker as they engage in a desperate angst-ridden pas-de-deux before a chilling turn of events spells an end to the unlikely interlude.… (mais)
Carregando...

Registre-se no LibraryThing tpara descobrir se gostará deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

» Veja também 82 menções

Inglês (36)  Holandês (1)  Espanhol (1)  Todos os idiomas (38)
Mostrando 1-5 de 38 (seguinte | mostrar todas)
Stamboul Train is a bit of a letdown after reading Greene's more intense novels. Set on the Orient Express as it churns through Belgium, Germany, Austria, and Yugoslavia until arriving in Istanbul, it lacks the detail, both of characters and locales, that make his works set in tropical climates, for example, so much more vigorous. The endless picture of smoke, ice, and snow obliterates whatever imagery there is of Ostend, Cologne, Vienna, Subotica, and Istanbul. Instead, the action and story is carried through the dialog, which is sharp and masterful. In this novel, Greene has arranged his content as if it consists of scenes within a film and, at times, when the action shifts it mimics the effect of cross-cutting. Still, a haunting enough of an ending to make it a trademark Greene book, with characters undercut by their own sense of inadequacy and doubt. ( )
  PaulCornelius | Apr 12, 2020 |
purchased 2005; do not remember reading; bookmark from Elliot Bay w gardening notes on back ?
  Overgaard | Apr 10, 2020 |
It’s hard for me to put into words my feelings towards a Graham Greene novel. In some of the shortest novels I’ve read, he manages to pack in such an enormous look into human nature. I also love how I have a plan for how I think the characters will act or how the plot will unfold in my mind from the beginning of the book but he strips that away by the end and leaves me with something better and more human if not a little more bittersweet. Love!!!!!! ( )
  BookishHooker | Dec 16, 2019 |
Originally published in 1932, this thriller still does, and manages to add nobility to the genre, as GG often did. ( )
  DinadansFriend | Jul 12, 2019 |
This is a short novel, which made it easier to finish, but I thought the ending felt unfinished, as if the story just stopped, rather than really resolving and coming to a well-paced close. So, maybe this one needed another 20 pages or so, just to tie everything together a bit better. Still, the characters were believable enough. And, if you are looking for a LGBTQ-themed book, the central character in this story is an older woman traveling with her female lover, and their relationship is essentially over, but the ending is being drawn out by the train journey to Constantinople. There's also an aged Bulgarian revolutionary, a pretty dancer, and a rich Jewish businessman, all on the same train, and by the end their is also a lot of shooting and a prison break. So, lots to look forward to in not too many pages, certainly a fairly easy lesser-known novel by a 'classic' author. ( )
  JBarringer | Dec 30, 2017 |
Mostrando 1-5 de 38 (seguinte | mostrar todas)
The novel has movement, variety, interest; taken on the surface, it is an interesting and entertaining story of adventure, penetrated through and through with the consciousness of the on-rushing train, with that curious sense of the temporary suspension of one's ordinary existence which comes to many on ship or train.
adicionado por John_Vaughan | editarNY Times, NYT (Jul 12, 2011)
 
One of THE most exciting and successful novels of its type that I have read.
adicionado por GYKM | editarSaturday Review of Literature
 
Mr. Greene's gift for spirited storytelling provides, in addition to excellent entertainment, moments of unexpected power and reality.
adicionado por GYKM | editarNew Republic
 

» Adicionar outros autores (20 possíveis)

Nome do autorFunçãoTipo de autorObra?Status
Greene, Grahamautor principaltodas as ediçõesconfirmado
Hitchens, ChristopherIntroduçãoautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Hogarth, PaulArtista da capaautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Scheepmaker, H.J.Tradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Você deve entrar para editar os dados de Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Compartilhado.
Título canônico
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Título original
Títulos alternativos
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Lugares importantes
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Eventos importantes
Filmes relacionados
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Premiações
Epígrafe
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Everything in nature is lyrical in its ideal essence; tragic in its fate, and comic in its existence. -- Santayana
Dedicatória
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
'For Vivien with all my love'
Primeiras palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
The purser took the last landing-card in his hand and watched the passengers cross the grey wet quay, over a wilderness of tails and points, round the corners of abandoned trucks.
Citações
Últimas palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
(Clique para mostrar. Atenção: Pode conter revelações sobre o enredo.)
Aviso de desambiguação
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
U.S. title: Orient Express
Editores da Publicação
Autores Resenhistas (normalmente na contracapa do livro)
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Idioma original
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
CDD/MDS canônico

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês

Nenhum(a)

PLAYAWAY. Published in 1932, Graham Greene's gripping spy thriller unfolds aboard the majestic Orient Expess as it crosses Europe from Ostend to Constantinople. Weaving a web of subterfuge, murder and politics along the way, the story focuses upon the disturbing relationship between Myart, the pragmatic Jew, and naive chorus girl Coral Musker as they engage in a desperate angst-ridden pas-de-deux before a chilling turn of events spells an end to the unlikely interlude.

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo em haiku

Biblioteca Histórica: Graham Greene

Graham Greene tem uma Biblioteca Histórica. As bibliotecas históricas são bibliotecas privadas de leitores famosos introduzidas por membros do LibraryThing que integram o grupo Biblioteca Históricas.

Veja de Graham Greene o perfil histórico.

Veja de a página de autor deGraham Greene.

Links rápidos

Capas populares

Avaliação

Média: (3.53)
0.5
1 1
1.5 3
2 18
2.5 7
3 79
3.5 37
4 82
4.5 2
5 32

 

Sobre | Contato | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blog | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Históricas | Os primeiros revisores | Conhecimento Comum | 157,047,031 livros! | Barra superior: Sempre visível