Página inicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Pesquise No Site
Este site usa cookies para fornecer nossos serviços, melhorar o desempenho, para análises e (se não estiver conectado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing, você reconhece que leu e entendeu nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade . Seu uso do site e dos serviços está sujeito a essas políticas e termos.
Hide this

Resultados do Google Livros

Clique em uma foto para ir ao Google Livros

Fundamentación para una metafísica de las…
Carregando...

Fundamentación para una metafísica de las costrumbres (original: 1785; edição: 2014)

de Kant

MembrosResenhasPopularidadeAvaliação médiaMenções
3,049103,261 (3.61)7
Immanuel Kant's Groundwork of the Metaphysics of Morals ranks alongside Plato's Republic and Aristotle's Nicomachean Ethics as one of the most profound and influential works in moral philosophy ever written. In Kant's own words its aim is to search for and establish the supreme principle of morality, the categorical imperative. Kant argues that every human being is an end in himself or herself, never to be used as a means by others, and that moral obligation is an expression of the human capacity for autonomy or self-government. This edition presents the acclaimed translation of the text by Mary Gregor, together with an introduction by Christine M. Korsgaard that examines and explains Kant's argument.… (mais)
Membro:suso.pineiro
Título:Fundamentación para una metafísica de las costrumbres
Autores:Kant
Informação:
Coleções:Sua biblioteca
Avaliação:
Etiquetas:filosofía

Detalhes da Obra

Groundwork of the Metaphysic of Morals de Immanuel Kant (Author) (1785)

Carregando...

Registre-se no LibraryThing tpara descobrir se gostará deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

» Veja também 7 menções

Mostrando 1-5 de 9 (seguinte | mostrar todas)
So act as to treat humanity, whether in your own person or in that of any other, in every case at the same time as an end, never as a means only.

A virtuosic display of intellect as is typical of Kant. He teeters on the verge of mysticism sometimes in his adulation of reason and desire to strip inclination and the empirical world from morality. The problem is that it results in a pure morality that rests on an assumption both of free will and unknowable noumena (and yet somehow it affects the sensible world?). I don't dare say I understand the Groundwork enough to truly address its plausibility, but I urge anyone interested in moral realism and ethical theory to take the time to process his ideas. This is the second translation I've dealt with, and its impeccable. I can't vouch for the consistency of the terminology because my Kantian German is zero, but it's highly readable and has a number of helpful appendices. ( )
  drbrand | Jun 8, 2020 |
It's a shame that this is the most famous of Kant's works, since its central argument is probably the weakest and wishy-washiest. It's less systematic and well argued and hence more confusing than the (albeit initially more difficult) Critique of Practical Reason.

As Kant points out in the Critique of Pure Reason, "if the size of a book were measured not by the number of its pages but by the time required to understand it [and the reasoning behind it], then we could say about many books that they would be much shorter if they were not so short." (A xix) Hear hear! ( )
  Audacity88 | Feb 7, 2014 |
Inasmuch as we can praise Kant's brilliance and analytical rigour, the Metaphysics of Morals falls patently flat if only because he is overextending the gains he has made in the first Critique to apply to the domain of ethics. Any movement from "is" to "ought" (i.e., the shift from ontology to ethics) is going to be fraught with perils. I would say that, from the standpoint of Kant's entire oeuvre, this is his lowest point. That being said, no serious reader in philosophy can bypass this text as it is essential reading in the development of ethics in the transition from the Enlightenment to subsequent Romanticism. ( )
1 vote KXF | Nov 29, 2011 |
6
  Aerow | Aug 15, 2011 |
Interesting... if you're forced into it by your Ethics teacher, like I was.
  Aerow | Aug 15, 2011 |
Mostrando 1-5 de 9 (seguinte | mostrar todas)
Forlaget skriver om denne boka:
Immanuel Kant (1724-1804) betraktes som den største filosof i nyere tid. Han regnes som grunnleggeren av den tyske idealisme, og hans hovedbedrift er den kritiske filosofi, som går ut på å undersøke selve erkjenneisens mulighet og grenser.
I denne boken presenteres et fyldig utvalg av Kants moralfilosofiske skrifter. Siktepunktet har vært å gi et allsi-dig bilde av Kants etikk med hovedvekt på moralloven. Menneskets situasjon er en kampplass der fornuften ligger i en uforsonlig strid med de slette tilbøyeligheter i den menneskelige natur, men der mennesket likevel i sitt innerste vesen er fritt. Nøkkelen til Kants frihetsproblematikk finner vi i menneskets autonomi, hevder Eivind Storheim i bokens innledning, som er en innføring i Kants etikk.
Skriftene som her er oversatt, er Grunnlegging til moralens metafysikk (1785), sentrale avsnitt fra første bok av Kritikk av den praktiske fornuft (1788) og forordet og innledningen til Etikken, annen del av Moralens metafysikk (1797). I tillegg er det oversatt et utsnitt av Kants skrifter i årene 1762-1765.
 

» Adicionar outros autores (61 possíveis)

Nome do autorFunçãoTipo de autorObra?Status
Kant, ImmanuelAutorautor principaltodas as ediçõesconfirmado
Paton, H. J.Tradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Vorländer, KarlEditorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Você deve entrar para editar os dados de Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Compartilhado.
Título canônico
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Título original
Títulos alternativos
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Lugares importantes
Eventos importantes
Filmes relacionados
Premiações
Epígrafe
Dedicatória
Primeiras palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
The three main branches of philosophy are logic, physics, and ethics.
Citações
Últimas palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
(Clique para mostrar. Atenção: Pode conter revelações sobre o enredo.)
Aviso de desambiguação
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Not to be confused with the Metaphysics of Morals.
Editores da Publicação
Autores Resenhistas (normalmente na contracapa do livro)
Idioma original
CDD/MDS canônico

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês (2)

Immanuel Kant's Groundwork of the Metaphysics of Morals ranks alongside Plato's Republic and Aristotle's Nicomachean Ethics as one of the most profound and influential works in moral philosophy ever written. In Kant's own words its aim is to search for and establish the supreme principle of morality, the categorical imperative. Kant argues that every human being is an end in himself or herself, never to be used as a means by others, and that moral obligation is an expression of the human capacity for autonomy or self-government. This edition presents the acclaimed translation of the text by Mary Gregor, together with an introduction by Christine M. Korsgaard that examines and explains Kant's argument.

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo em haiku

Links rápidos

Capas populares

Avaliação

Média: (3.61)
0.5
1 10
1.5 4
2 17
2.5 9
3 46
3.5 14
4 70
4.5 11
5 46

Yale University Press

2 edições deste livro foram publicadas por Yale University Press.

Edições: 0300094876, 0300094868

Ediciones Encuentro

2 edições deste livro foram publicadas por Ediciones Encuentro.

Edições: 8474906946, 8499200079

Tantor Media

Uma edição deste livro foi publicada pela Tantor Media.

» Página Web de informação sobre a editora

É você?

Torne-se um autor do LibraryThing.

 

Sobre | Contato | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blog | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Históricas | Os primeiros revisores | Conhecimento Comum | 157,905,861 livros! | Barra superior: Sempre visível