Página inicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Pesquise No Site
Este site usa cookies para fornecer nossos serviços, melhorar o desempenho, para análises e (se não estiver conectado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing, você reconhece que leu e entendeu nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade . Seu uso do site e dos serviços está sujeito a essas políticas e termos.
Hide this

Resultados do Google Livros

Clique em uma foto para ir ao Google Livros

Carregando...

O Homem Que Foi Quinta-Feira (Um Pesadelo) (1908)

de G. K. Chesterton

Outros autores: Martin Gardner (Editor)

Outros autores: Veja a seção outros autores.

MembrosResenhasPopularidadeAvaliação médiaMenções
5,9541451,254 (3.79)228
Perhaps best-known for his "Father Brown" detective series, G. K. Chesterton was renowned for his wit, rhetorical brilliance, and talent for ingenious paradox. Those qualities fill this funny, fast-paced novel about a club of anarchists in turn-of-the-20th-century London. Ostensibly a story of mystery and espionage, it's also functions as a vehicle for social, religious, and philosophical commentary.… (mais)
  1. 30
    The Secret Adversary de Agatha Christie (rockhopper_penguin)
    rockhopper_penguin: I read 'The Secret Adversary' just after reading 'The Man Who Was Thursday'. At the time, 'The Secret Adversary' seemed like the book you *thought* you were getting for quite a lot of 'The Man Who Was Thursday'. Clever, and a good mystery, but not as good (or weird) as 'The Man Who Was Thursday'.… (mais)
  2. 20
    The Napoleon of Notting Hill de G. K. Chesterton (kkunker)
    kkunker: These books have a similar fast paced wild feel to them. I read "Napoleon" while in London, which just made the book seem so much more alive. Both very good books by Chesterton.
  3. 20
    The Master and Margarita de Mikhail Bulgakov (shelfoflisa)
  4. 31
    Jonathan Strange & Mr. Norrell de Susanna Clarke (flissp)
  5. 10
    The Magus de John Fowles (CGlanovsky)
    CGlanovsky: Secret societies whose aims you are made to reassess.
  6. 10
    Winter's Tale de Mark Helprin (ben_a)
  7. 10
    The Chronicles of Amber, Volume I: Nine Princes in Amber, The Guns of Avalon de Roger Zelazny (mulrah)
    mulrah: The twists and turns sometimes fall flat, but the ride is wild in both cases as the protagonist slowly comes to terms with a new "reality." Buckle up.
  8. 00
    Many Dimensions de Charles Williams (anjenue)
    anjenue: another metaphysical thriller with madcap elements
  9. 00
    The Secret Agent de Joseph Conrad (KayCliff)
  10. 00
    The Deadly Percheron de John Franklin Bardin (SomeGuyInVirginia)
  11. 00
    The Journey to the East de Hermann Hesse (CGlanovsky)
    CGlanovsky: Concerning a mysterious and allegorical secret society
  12. 22
    Memórias do Subsolo de Fyodor Dostoyevsky (sirparsifal)
  13. 03
    CliffsNotes on Joyce's Ulysses de Edward A. Kopper (sirparsifal)
Carregando...

Registre-se no LibraryThing tpara descobrir se gostará deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

» Veja também 228 menções

Inglês (130)  Espanhol (5)  Catalão (3)  Português (2)  Tcheco (1)  Dinamarquês (1)  Francês (1)  Alemão (1)  Todos os idiomas (144)
Mostrando 1-5 de 144 (seguinte | mostrar todas)
This book is a fucking trip and a half, I tell you. It’s wild. It’s the sort of book that’s particularly fun to talk about in an academic setting because it’s mercifully short, full of good sound bites you can pull out for dissection, and is swimming in what feels like rich symbolism that needs historical and philosophical context to really dig in deep, but honestly I liked it most for that moment when President Sunday stole the elephant. I mean. I laughed out loud and got up to walk around the room for a minute because it got me so good. ( )
  jobinsonlis | May 11, 2021 |
After having read the reviews on The Man Who Was Thursday on this thread, I feel I have little more I could also possibly add to benefit any future potential reader of the book. However, I will put in my two-penn'orth. Chesterton's writing I find delightful, it provides plentiful wit and well-placed paradox that keeps the story alive and flush with surprises. Although this story in one aspect provides all the merriment of a madcap detective adventure, it also, and in Chesterton's own words, describes how pessimism can be shrouded in so much negativity that it fails to discern the real hope of the matter. I do enjoy Chesterton even though I don't share his religious points of view, I certainly can digest with interest his views from a theological standpoint. The Man Who Was Thursday is deftly played out with humorous pace and the fine touches of observation well served by a writer whose own delicate attention to prose makes for an inviting read.

( )
1 vote RupertOwen | Apr 27, 2021 |
After the twist pattern is uncovered and the Englishman witticisms grow old, there is not much that this novel can offer. There seems to be some Christian symbolism but I guess I've missed it. ( )
  Adrianmb | Mar 23, 2021 |
NA
  pszolovits | Feb 3, 2021 |
I didn't really know what to expect going into this, and was generally pleasantly surprised overall. Chesterton's tale is predictable once you're about a third of the way through the book, but that doesn't detract from one's ability to enjoy it. It didn't really wow me, but the surreal conclusion was worth the price of admission. ( )
  skolastic | Feb 2, 2021 |
Mostrando 1-5 de 144 (seguinte | mostrar todas)

» Adicionar outros autores (47 possíveis)

Nome do autorFunçãoTipo de autorObra?Status
Chesterton, G. K.autor principaltodas as ediçõesconfirmado
Gardner, MartinEditorautor secundáriotodas as ediçõesconfirmado
Amis, KingsleyIntroduçãoautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Beaumont, MatthewEditorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Carter, LinIntroduçãoautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Covell, WalterNarradorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Gallardo, GervasioArtista da capaautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Gentleman, DavidArtista da capaautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Keith, RonNarradorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Lethem, JonathanIntroduçãoautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Muniz, Alicia BleibergTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Thorn, DavidNarradorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Vance, SimonNarradorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado

Está contido em

Você deve entrar para editar os dados de Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Compartilhado.
Título canônico
Título original
Títulos alternativos
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Lugares importantes
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Eventos importantes
Filmes relacionados
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Premiações
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Epígrafe
Dedicatória
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
To Edmund Clerihew Bentley
Edmund C. Bentley
Primeiras palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
The suburb of Saffron Park lay on the sunset side of London, as red and ragged as a cloud of sunset.
Citações
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
"can ye drink of the cup that I drink of?"
Últimas palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
(Clique para mostrar. Atenção: Pode conter revelações sobre o enredo.)
Aviso de desambiguação
Editores da Publicação
Autores Resenhistas (normalmente na contracapa do livro)
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Idioma original
CDD/MDS canônico

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês (1)

Perhaps best-known for his "Father Brown" detective series, G. K. Chesterton was renowned for his wit, rhetorical brilliance, and talent for ingenious paradox. Those qualities fill this funny, fast-paced novel about a club of anarchists in turn-of-the-20th-century London. Ostensibly a story of mystery and espionage, it's also functions as a vehicle for social, religious, and philosophical commentary.

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo em haiku

Links rápidos

Capas populares

Avaliação

Média: (3.79)
0.5 3
1 16
1.5 3
2 81
2.5 24
3 254
3.5 92
4 434
4.5 58
5 275

Penguin Australia

3 edições deste livro foram publicadas por Penguin Australia.

Edições: 0141031255, 0141191465, 0141199776

É você?

Torne-se um autor do LibraryThing.

 

Sobre | Contato | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blog | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Históricas | Os primeiros revisores | Conhecimento Comum | 157,976,578 livros! | Barra superior: Sempre visível