Página inicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Pesquise No Site
Este site usa cookies para fornecer nossos serviços, melhorar o desempenho, para análises e (se não estiver conectado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing, você reconhece que leu e entendeu nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade . Seu uso do site e dos serviços está sujeito a essas políticas e termos.
Hide this

Resultados do Google Livros

Clique em uma foto para ir ao Google Livros

Carregando...

The Seville Communion (1995)

de Arturo Pérez-Reverte

Outros autores: Veja a seção outros autores.

MembrosResenhasPopularidadeAvaliação médiaMenções
2,136415,436 (3.58)47
A hacker breaks into the pope's computer, asking him to save from demolition a 17th century church in Seville. The Vatican dispatches handsome Father Lorenzo Quart who quickly attracts the attention of an aristocratic beauty embroiled in the affair. By the author of The Flanders Panel.
Carregando...

Registre-se no LibraryThing tpara descobrir se gostará deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

» Veja também 47 menções

Inglês (30)  Espanhol (6)  Francês (3)  Holandês (1)  Polonês (1)  Todos os idiomas (41)
Mostrando 1-5 de 41 (seguinte | mostrar todas)
It's an interesting story of the vatican, intrigue and murder. ( )
  wickenden | Mar 8, 2021 |
I had really enjoyed Perez-Revete's The Club Dumas, and was told that this one was just as good. I have to say that I found it pretty lacking, unfortunately. It has its moments, and some good writing, but once the key players are established it's pretty clear how things are going to shake out at the end of the story (which doesn't really help the death-in-holy-orders thriller side of things). A bit of a disappointment to start the new year. ( )
  skolastic | Feb 2, 2021 |
Like his other books, this novel started out fast. The pacing was great and I was pulled right in. But after about 30 pages, the pace slowed to a crawl and, for me, it never recovered. Like the two other books of his I read, the conclusion was rushed and seemed too neat. I'm happy I read this book but feel that The Flanders Panel or The Club Dumas are better works. ( )
  drew_asson | Dec 3, 2020 |
Excellent writing, superb pacing, fascinating characters. ( )
  jeddak | Nov 12, 2020 |
Un pirata informático que se infiltra en el Vaticano. Una iglesia barroca, en Sevilla, que mata para defenderse. Tres pintorescos malvados que aspiran a mantener viva la copla española. Una bella aristócrata andaluza. Un apuesto sacerdote-agente especialista en asuntos sucios. Un banquero celoso y su secretario ludópata. Una septuagenaria que bebe coca-cola. La tarjeta postal de una mujer muerta un siglo atrás. Y el misterioso legado del capitán Xaloc, último corsario español, desaparecido frente a las costas de Cuba en 1898.
  ctroncoso | Sep 10, 2019 |
Mostrando 1-5 de 41 (seguinte | mostrar todas)
Seville is known for its barbers, its Gypsy temptresses, its Latin lovers; for the tomb (if not the actual body) of Christopher Columbus, bullfights, orange blossoms, Holy Week processions and an extraordinary mix of Arab, Baroque and Renaissance architecture. Julius Caesar conquered it; the Roman Emperors Hadrian and Trajan were born nearby; the Vandals, Visigoths, Moors and crusaders grudgingly passed it on to one another. It was the site of the Spanish Inquisition's first auto-da-fe, but, most important, the home port of Spain's bounteous New World empire. ''Dramatic extravagance,'' V. S. Pritchett once observed, ''is in the Sevillian nature.''

And dramatic extravagance is what the former journalist Arturo Perez-Reverte provides in ''The Seville Communion,'' his third thriller (following ''The Flanders Panel'' and ''The Club Dumas'') to be published in English and the second to be translated by Sonia Soto. Perez-Reverte writes with wit, narrative economy, a sharp eye for the telling detail and a feel for history. ''The Seville Communion'' is good fun, as entertaining as it often is silly. . . .

Almost all of Perez-Reverte's characters are plausible, but usually as types. His vivid descriptions of the city, like his stories of Seville's outsize romantic and heroic past, are more resonant. Good at making the reader want answers, he is less good at giving satisfying ones. Finally, motive and explanation are too stagy and, more disappointing, the murderer is too peripheral to the psychological heart of the story. There's also a lot of facile talk about splendid buildings and elaborate ritual as a ''means of entrancing the masses'' because ''naked faith can't be sustained.'' Much of this seems filched from the Cliffs Notes to Dostoyevsky's ''Grand Inquisitor.'' Still, you'd have to be a remarkably faithless reader not to want to visit Seville after finishing this flavorful confection.
adicionado por PLReader | editarNY Times, Paul Baumann (May 3, 1998)
 

» Adicionar outros autores (13 possíveis)

Nome do autorFunçãoTipo de autorObra?Status
Arturo Pérez-Reverteautor principaltodas as ediçõescalculado
Soto, SoniaTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Você deve entrar para editar os dados de Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Compartilhado.
Título canônico
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Título original
Títulos alternativos
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Lugares importantes
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Eventos importantes
Filmes relacionados
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Premiações
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Epígrafe
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
He carries a sword for a reason. He is God's agent.
Bernard de Clairvaux, Eulogy of the Templar Militia (Chapter 1)
When I arrive in a city, I always ask who are the twelve most beautiful women, the twelve richest men, and the man who could have me hanged.
Stendhal, Lucien Leuwen (Chapter 2)
Dedicatória
Informação do Conhecimento Comum em Francês. Edite para a localizar na sua língua.
A Amaya, pour son amitié, A Juan, pour ses encouragements, A Rodolfo, pour ce qui lui revient
Primeiras palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
At the beginning of May, Lorenzo Quart received the order that would take him to Seville.
Citações
Últimas palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
(Clique para mostrar. Atenção: Pode conter revelações sobre o enredo.)
Aviso de desambiguação
Editores da Publicação
Autores Resenhistas (normalmente na contracapa do livro)
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Idioma original
CDD/MDS canônico

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês

Nenhum(a)

A hacker breaks into the pope's computer, asking him to save from demolition a 17th century church in Seville. The Vatican dispatches handsome Father Lorenzo Quart who quickly attracts the attention of an aristocratic beauty embroiled in the affair. By the author of The Flanders Panel.

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo em haiku

Links rápidos

Capas populares

Avaliação

Média: (3.58)
0.5
1 14
1.5 3
2 32
2.5 11
3 134
3.5 37
4 165
4.5 23
5 66

É você?

Torne-se um autor do LibraryThing.

 

Sobre | Contato | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blog | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Históricas | Os primeiros revisores | Conhecimento Comum | 157,194,478 livros! | Barra superior: Sempre visível