Página inicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Pesquise No Site
Este site usa cookies para fornecer nossos serviços, melhorar o desempenho, para análises e (se não estiver conectado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing, você reconhece que leu e entendeu nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade . Seu uso do site e dos serviços está sujeito a essas políticas e termos.
Hide this

Resultados do Google Livros

Clique em uma foto para ir ao Google Livros

The Art of the Poetic Line de James…
Carregando...

The Art of the Poetic Line (original: 2008; edição: 2007)

de James Longenbach (Autor)

Séries: The Art of

MembrosResenhasPopularidadeAvaliação médiaMenções
1532139,059 (3.92)3
"Poetry is the sound of language organized in lines." James Longenbach opens The Art of the Poetic Line with that essential statement. Through a range of examples - from Shakespeare and Milton to Ashbery and Glück - Longenbach describes the function of line in metered, rhymed, syllabic, and free-verse poetry. That function is sonic, he argues, and our true experience of it can only be identified in relation to other elements in a poem. Syntax and the interaction of different kinds of line endings are primary to understanding line, as is the relationship of lineated poems to prose poetry. The Art of the Poetic Line is a vital new resource by one of America's most important critics and one of poetry's most engaging practitioners.… (mais)
Membro:SaraLCantwell
Título:The Art of the Poetic Line
Autores:James Longenbach (Autor)
Informação:Graywolf Press (2007), Edition: unknown, 120 pages
Coleções:Sua biblioteca
Avaliação:
Etiquetas:Nenhum(a)

Detalhes da Obra

The Art of the Poetic Line de James Longenbach (2008)

Nenhum(a)
Carregando...

Registre-se no LibraryThing tpara descobrir se gostará deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

» Veja também 3 menções

Exibindo 2 de 2
A fascinating and in-depth look at the various reasons (and effects) of line breaks (sorry – make that “line endings”) in poetry.

While you may not agree with all of his conclusions, it's hard to fault either his passion or thoroughness. (On a personal note, I'm always impressed when I find myself arguing against the author as I read, and then find that he addresses the very points I'm making on the next page.) Think of it as a lineation seminar that you can carry with you and revisit at will. (It's even pocket-sized!)

Possibly a little advanced for poetry novices, but well worth the effort. A good read, good arguments, and extremely good value. Recommended. ( )
1 vote joannasephine | Nov 16, 2009 |
Exibindo 2 de 2
sem resenhas | adicionar uma resenha

Pertence à série

Você deve entrar para editar os dados de Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Compartilhado.
Título canônico
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Título original
Títulos alternativos
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Lugares importantes
Eventos importantes
Filmes relacionados
Premiações
Epígrafe
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
The meaning of a poem is in the cadences and the shape of the lines and the pulse of the thought which is given by those lines. -- George Oppen
Dedicatória
Primeiras palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Poetry is the sound of language organized in lines.
Citações
Últimas palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
(Clique para mostrar. Atenção: Pode conter revelações sobre o enredo.)
Aviso de desambiguação
Editores da Publicação
Autores Resenhistas (normalmente na contracapa do livro)
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Idioma original
CDD/MDS canônico

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês (1)

"Poetry is the sound of language organized in lines." James Longenbach opens The Art of the Poetic Line with that essential statement. Through a range of examples - from Shakespeare and Milton to Ashbery and Glück - Longenbach describes the function of line in metered, rhymed, syllabic, and free-verse poetry. That function is sonic, he argues, and our true experience of it can only be identified in relation to other elements in a poem. Syntax and the interaction of different kinds of line endings are primary to understanding line, as is the relationship of lineated poems to prose poetry. The Art of the Poetic Line is a vital new resource by one of America's most important critics and one of poetry's most engaging practitioners.

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo em haiku

Links rápidos

Capas populares

Avaliação

Média: (3.92)
0.5
1 1
1.5
2
2.5
3 3
3.5
4 3
4.5
5 5

GenreThing

No genres

É você?

Torne-se um autor do LibraryThing.

 

Sobre | Contato | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blog | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Históricas | Os primeiros revisores | Conhecimento Comum | 160,258,557 livros! | Barra superior: Sempre visível