Página inicialGruposDiscussãoExplorarZeitgeist
Pesquise No Site
Ja deu uma olhada em SantaThing, a tradição de oferta de prendas do LibraryThing?
dispensar
Este site usa cookies para fornecer nossos serviços, melhorar o desempenho, para análises e (se não estiver conectado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing, você reconhece que leu e entendeu nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade . Seu uso do site e dos serviços está sujeito a essas políticas e termos.
Hide this

Resultados do Google Livros

Clique em uma foto para ir ao Google Livros

Convivio (Letras Universales) (Spanish…
Carregando...

Convivio (Letras Universales) (Spanish Edition) (edição: 2006)

de Dante Alighieri (Autor)

MembrosResenhasPopularidadeAvaliação médiaMenções
1594137,248 (4)4
Between 1304 and 1307 Dante wrote Convivio, or "The Banquet, " a philosophical essay which is part poetry and part prose. It is in four parts, or treatises, and is unfinished.
Membro:comunaliteraria
Título:Convivio (Letras Universales) (Spanish Edition)
Autores:Dante Alighieri (Autor)
Informação:Ediciones Cátedra (2006), Edition: edición, 640 pages
Coleções:Sua biblioteca
Avaliação:
Etiquetas:Nenhum(a)

Work Information

Convivio de Dante Alighieri

Nenhum(a)
Carregando...

Registre-se no LibraryThing tpara descobrir se gostará deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

» Veja também 4 menções

Exibindo 4 de 4
A fascinating, and amazing, piece of literature by Dante. This proves that he was more of a master than just with poetry. ( )
  DanielSTJ | Dec 24, 2018 |
EL COVIVIO

Como dice el filósofo (1) al principio de la primera
Filosofia (), todos los hombres, por naturaleza,
desean saber. La razón de lo cual puede ser el que toda
cosa, impulsada por providencia de su propio natural,
inclínase a su perfección; de aquí que, pues la ciencia
es la última perfección de nuestra alma, y en ella
reside nuestra última felicidad, todos, por naturaleza,
a desearla estamos sujetos. En verdad, muchos están
privados de esta nobilísima perfección por diversas
causas, que dentro del hombre y fuera de él le apartan
del hábito de la ciencia.

Dentro del hombre puede haber dos defectos o
impedimentos: uno, por parte del cuerpo; el otro, por
parte del alma. Por parte del cuerpo lo hay cuando
las partes están indebidamente dispuestas, así que
nada puede percibir, como son los sordos, mudos y sus
semejantes. Por parte del alma lo hay cuando la malicia
vence en ella, de modo que da en seguir viciosos
deleites, en los cuales tanto engaño recibe, que por
ellos tiene por vil toda otra cosa.

Fuera del hombre, pueden ser asimismo comprendidas
dos causas, una de las cuales es inductora de
necesidad, la otra de pereza. La primera son las
atenciones familiares y civiles que necesariamente sujetan
al mayor número de los hombres, de modo que no
pueden permanecer en ocio de especulación. La otra
es el defecto del lugar donde la persona ha nacido
y se ha criado, pues a veces estará no solamente
privada de todo estudio, sino lejos de gente estudiosa.
Las dos primeras de estas causas, esto es, la
primera por la parte de dentro y la primera por la parte
de fuera, no son vituperables, sino merecedoras de...

(1) Aristóteles.
() La Metafisica.
  FundacionRosacruz | Aug 13, 2018 |
Oorspronkelijk Convivio. Filosofisch werk, 1304-1308, maar gedeeltelijk afgewerkt.
Eerder saaie traktaten over het gebruik van de volkstaal, tekstuitleg, enz. ( )
  bookomaniac | Aug 15, 2010 |
First: I doubt anyone in the entire world can manage to build any argument against Dante capacity. He is a genius, his writing is awesome. With this book he tries to explain aspects of the interpreations of his poems (he said his poems have four possible interpretations) and his love for philosophy. A notable side, Dante is a gentle and not moody guy. He is not in hell here. He also defends the use of provencal so he can educated the masses, more ignorant. A man years ahead of his time. ( )
  JCamilo | Dec 7, 2007 |
Exibindo 4 de 4
sem resenhas | adicionar uma resenha

» Adicionar outros autores (14 possíveis)

Nome do autorFunçãoTipo de autorObra?Status
Dante Alighieriautor principaltodas as ediçõescalculado
Ageno, FrancaEditorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Giuliani, GiambattistaEditorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Sayer, Elizabeth PriceTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Simonelli, MariaEditorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Você deve entrar para editar os dados de Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Compartilhado.
Título canônico
Informação do Conhecimento Comum em Italiano. Edite para a localizar na sua língua.
Título original
Títulos alternativos
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Lugares importantes
Eventos importantes
Filmes relacionados
Premiações
Epígrafe
Dedicatória
Primeiras palavras
Citações
Últimas palavras
Aviso de desambiguação
Editores da Publicação
Autores Resenhistas (normalmente na contracapa do livro)
Idioma original
Informação do Conhecimento Comum em Italiano. Edite para a localizar na sua língua.
CDD/MDS canônico
Canonical LCC

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês

Nenhum(a)

Between 1304 and 1307 Dante wrote Convivio, or "The Banquet, " a philosophical essay which is part poetry and part prose. It is in four parts, or treatises, and is unfinished.

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo em haiku

Capas populares

Links rápidos

Avaliação

Média: (4)
0.5
1
1.5 1
2 1
2.5 1
3 1
3.5
4 3
4.5
5 7

É você?

Torne-se um autor do LibraryThing.

 

Sobre | Contato | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blog | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Históricas | Os primeiros revisores | Conhecimento Comum | 164,330,237 livros! | Barra superior: Sempre visível