Página inicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Pesquise No Site
Este site usa cookies para fornecer nossos serviços, melhorar o desempenho, para análises e (se não estiver conectado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing, você reconhece que leu e entendeu nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade . Seu uso do site e dos serviços está sujeito a essas políticas e termos.

Resultados do Google Livros

Clique em uma foto para ir ao Google Livros

Carregando...

A Vindication of the Rights of Men

de Mary Wollstonecraft

MembrosResenhasPopularidadeAvaliação médiaMenções
40Nenhum(a)624,847 (3.2)3
Mary Wollstonecraft (1759-1797) published A Vindication of the Rights of Men anonymously in 1790. The pamphlet sold out within three weeks to great acclaim, though later editions published under her own name met with notable opprobrium. It was the first of many printed responses to Edmund Burke's conservative attacks on the French Revolution, and it marked Wollstonecraft's entry into the intellectual arena of the late eighteenth century. She attacked hereditary privilege and political conservatism, arguing for codified civil rights and political liberty. She also highlighted Burke's gendered language and criticised his silence on the plight of women. Wollstonecraft has inspired reverence and revulsion alike, for both her work and her lifestyle. Her prescience and nonconformity, however, have secured her position in the canon of distinguished eighteenth-century political thinkers. For more information on this author, see http://orlando.cambridge.org/public/svPeople?person_id=wollma… (mais)
Nenhum(a)
Carregando...

Registre-se no LibraryThing tpara descobrir se gostará deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

» Veja também 3 menções

Sem resenhas
sem resenhas | adicionar uma resenha
Você deve entrar para editar os dados de Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Compartilhado.
Título canônico
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Título original
Títulos alternativos
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Lugares importantes
Eventos importantes
Filmes relacionados
Epígrafe
Dedicatória
Primeiras palavras
Citações
Últimas palavras
Aviso de desambiguação
Editores da Publicação
Autores Resenhistas (normalmente na contracapa do livro)
Idioma original
CDD/MDS canônico
LCC Canônico

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês (1)

Mary Wollstonecraft (1759-1797) published A Vindication of the Rights of Men anonymously in 1790. The pamphlet sold out within three weeks to great acclaim, though later editions published under her own name met with notable opprobrium. It was the first of many printed responses to Edmund Burke's conservative attacks on the French Revolution, and it marked Wollstonecraft's entry into the intellectual arena of the late eighteenth century. She attacked hereditary privilege and political conservatism, arguing for codified civil rights and political liberty. She also highlighted Burke's gendered language and criticised his silence on the plight of women. Wollstonecraft has inspired reverence and revulsion alike, for both her work and her lifestyle. Her prescience and nonconformity, however, have secured her position in the canon of distinguished eighteenth-century political thinkers. For more information on this author, see http://orlando.cambridge.org/public/svPeople?person_id=wollma

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo em haiku

Current Discussions

Nenhum(a)

Capas populares

Links rápidos

Avaliação

Média: (3.2)
0.5
1
1.5
2 1
2.5
3 2
3.5
4 2
4.5
5

É você?

Torne-se um autor do LibraryThing.

 

Sobre | Contato | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blog | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Históricas | Os primeiros revisores | Conhecimento Comum | 205,743,933 livros! | Barra superior: Sempre visível