Página inicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Este site usa cookies para fornecer nossos serviços, melhorar o desempenho, para análises e (se não estiver conectado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing, você reconhece que leu e entendeu nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade . Seu uso do site e dos serviços está sujeito a essas políticas e termos.
Hide this

Resultados do Google Livros

Clique em uma foto para ir ao Google Livros

Carregando...

The Brief Wondrous Life of Oscar Wao

de Junot Díaz

Outros autores: Veja a seção outros autores.

MembrosResenhasPopularidadeAvaliação médiaConversas / Menções
11,400444422 (3.85)1 / 620
Things have never been easy for Oscar. A ghetto nerd living with his Dominican family in New Jersey, he's sweet but disastrously overweight. He dreams of becoming the next J.R.R. Tolkien and he keeps falling in love. But poor Oscar may never get what he wants, thanks to the ancient curse that has haunted his family for generations.… (mais)
My TBR (15)
Teens (1)
1960s (232)
Carregando...

Registre-se no LibraryThing tpara descobrir se gostará deste livro.

» Veja também 620 menções

Inglês (434)  Francês (4)  Dinamarquês (1)  Holandês (1)  Português (Brasil) (1)  Catalão (1)  Sueco (1)  Todos os idiomas (443)
It's definitely very well written, but too "professional" for my taste. It's like a brand new Led technology TV displaying a nature scene that looks so crisp and sharp that it has transcended reality. Supra-real. I found it mechanical, not involving. I kept reading because I wanted to make sure I wasn't missing out on something before the end. Relieved when done. Forgettable. ( )
  dsheise | Sep 6, 2009 |
Díaz’s novel also has a wild, capacious spirit, making it feel much larger than it is. Within its relatively compact span, “The Brief Wondrous Life of Oscar Wao” contains an unruly multitude of styles and genres. The tale of Oscar’s coming-of-age is in some ways the book’s thinnest layer, a young-adult melodrama draped over a multigenerational immigrant family chronicle that dabbles in tropical magic realism, punk-rock feminism, hip-hop machismo, post-postmodern pyrotechnics and enough polymorphous multiculturalism to fill up an Introduction to Cultural Studies syllabus.
 
It is Mr. Díaz’s achievement in this galvanic novel that he’s fashioned both a big picture window that opens out on the sorrows of Dominican history, and a small, intimate window that reveals one family’s life and loves. In doing so, he’s written a book that decisively establishes him as one of contemporary fiction’s most distinctive and irresistible new voices.
 

» Adicionar outros autores (6 possíveis)

Nome do autorFunçãoTipo de autorObra?Status
Junot Díazautor principaltodas as ediçõescalculado
Bragg, BillArtista da capaautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Corral, RodrigoDesigner da capaautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Pareschi, SilviaTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Snell, StaciNarradorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Você deve entrar para editar os dados de Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Compartilhado.
Título canônico
Título original
Títulos alternativos
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Lugares importantes
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Eventos importantes
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Filmes relacionados
Premiações
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Epígrafe
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Of what import are brief, nameless lives . . . to Galactus?? (Fantastic Four, Stan Lee and Jack Kirby, Vol. 1, No. 49, April 1966)
Christ have mercy on all sleeping things!
From that dog rotting down Wrightson Road
to when I was a dog on these streets;
if loving these islands must be my load,
out of corruption my soul takes wings,
But they had started to poison my soul
with their big house, big car, bit-time hbohl,
coolie, nigger, Syrian, and French Creole,
so I leave it for them and their carnival--
I taking a sea-bath, I gone down the road.
I know these islands from Monos to Nassau,
a rusty head sailor with sea-green eyes
that they nickname Shabine, the patois for
any red nigger, and I, Shabine, saw
when these slums of empire was paradise.
I'm just a red nigger who love the sea,
I had a sound colonial education,
I have Dutch, nigger, and English in me,
and either I'm nobody, or I'm a nation.
(Derek Walcott)
Dedicatória
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Elizabeth de Leon
Primeiras palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
They say it came first from Africa, carried in the screams of the enslaved; that it was the death bane of the Tainos, uttered just as one world perished and another began; that it was a demon drawn into Creation through the nightmare door that was cracked open in the Antilles.
Citações
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
You wanna smoke?
I might partake. Just a little though. I would not want to cloud my faculties.
“They say it came first from Africa, carried in the screams of the enslaved; that it was the death bane of the Tainos, uttered just as one world perished and another began; that it was a demon drawn into Creation through the nightmare door that was cracked open in the Antilles. Fukú americanus, or more colloquially, fukú–generally a curse or a doom of some kind; specifically the Curse and the Doom of the New World. Also called the fukú of the Admiral because the Admiral was both its midwife and one of its great European victims; despite “discovering” the New World the Admiral died miserable and syphilitic, hearing (dique) divine voices. In Santo Domingo, the Land He Loved Best (what Oscar, at the end, would call the Ground Zero of the New World), the Admiral’s very name has become synonymous with both kinds of fukú, little and large; to say his name aloud or even to hear it is to invite calamity on the heads of you and yours.”
Últimas palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
(Clique para mostrar. Atenção: Pode conter revelações sobre o enredo.)
Aviso de desambiguação
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Some editions contain the short story "Drown," narrated by Jonathan Davis
Editores da Publicação
Autores Resenhistas (normalmente na contracapa do livro)
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Idioma original
CDD/MDS canônico

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês (4)

Things have never been easy for Oscar. A ghetto nerd living with his Dominican family in New Jersey, he's sweet but disastrously overweight. He dreams of becoming the next J.R.R. Tolkien and he keeps falling in love. But poor Oscar may never get what he wants, thanks to the ancient curse that has haunted his family for generations.

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo em haiku

Links rápidos

Capas populares

Avaliação

Média: (3.85)
0.5 7
1 62
1.5 9
2 199
2.5 51
3 625
3.5 227
4 1200
4.5 189
5 852

É você?

Torne-se um autor do LibraryThing.

 

Sobre | Contato | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blog | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Históricas | Os primeiros revisores | Conhecimento Comum | 155,883,503 livros! | Barra superior: Sempre visível