Página inicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Este site usa cookies para fornecer nossos serviços, melhorar o desempenho, para análises e (se não estiver conectado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing, você reconhece que leu e entendeu nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade . Seu uso do site e dos serviços está sujeito a essas políticas e termos.
Hide this

Resultados do Google Livros

Clique em uma foto para ir ao Google Livros

Carregando...

O Sol é para Todos (1960)

de Harper Lee

Outros autores: Veja a seção outros autores.

Séries: To Kill a Mockingbird (1)

MembrosResenhasPopularidadeAvaliação médiaConversas / Menções
65,449129311 (4.38)2 / 2336
The explosion of racial hate in an Alabama town is viewed by a little girl whose father defends a black man accused of rape.
  1. 3013
    The Secret Life of Bees de Sue Monk Kidd (Caramellunacy, rosylibrarian)
    Caramellunacy: Both stories are about a young girl in the South coming to terms with racism. Secret Life of Bees features an teenaged protagonist whereas To Kill a Mockingbird's Scout is quite a bit younger, but I thought there were themes that resonated between the two.… (mais)
  2. 256
    The Heart is a Lonely Hunter de Carson McCullers (dele2451, rosylibrarian, chrisharpe)
  3. 279
    The Book Thief de Markus Zusak (paulkid)
    paulkid: There are many similarities between these books. For example, a strong father-daughter relationship, where the father teaches by example by taking the moral high ground in protecting a persecuted minority - also kids that break down the barriers between secluded and socially awkward neighbors through books and sundry shenanigans.… (mais)
  4. 184
    Roll of Thunder, Hear My Cry de Mildred D. Taylor (Caramellunacy, Usuário anônimo, Usuário anônimo)
    Caramellunacy: Both stories about a young girl coming of age in the South and racial intolerance. Also both beautiful reads! To Kill a Mockingbird is told by Scout Finch - the daughter of the town lawyer called upon to defend an African-American man accused of rape. Roll of Thunder is told from the point of view of the daughter of a cotton-picking family who only slowly grows to realize the extent of prejudice her family faces.… (mais)
  5. 173
    Snow Falling on Cedars de David Guterson (EerierIdyllMeme)
    EerierIdyllMeme: Very different novels exploring similar themes
  6. 100
    Native Son de Richard Wright (DanLovesAlice)
    DanLovesAlice: An African-American facing an uphill battle against a highly prejudiced jury and public. Wright, like Lee, explores the dangers of the stereotypes created by insular and ignorant societies.
  7. 101
    Peace Like a River de Leif Enger (atimco)
    atimco: These books share a precocious narrator, vital family relationships, and themes that are funny and sad and thought provoking all at the same time. Extremely well written and engaging.
  8. 102
    Cold Sassy Tree de Olive Ann Burns (bnbookgirl)
  9. 80
    Other Voices, Other Rooms de Truman Capote (Othemts)
    Othemts: These books are two sides of the same coin of life in a small Alabama town. Where there's dignity and hope in Mockingbird, Other Voices is decadence and demoralization
  10. 71
    Goodnight Mister Tom de Michelle Magorian (eclt83)
    eclt83: Goodnight, Mr Tom is as touching as To kill a mockingbird. Problems in society causes pain for the weaker.
  11. 51
    A Lesson Before Dying de Ernest J. Gaines (rarm)
  12. 51
    The Ox-Bow Incident de Walter Van Tilburg Clark (mysterymax)
    mysterymax: This book also explores mob/vigilante thinking and is a classic in its own way.
  13. 40
    The Stones of Mourning Creek de Diane Les Becquets (Sadie-rae_Kieran)
    Sadie-rae_Kieran: Similar setting, 1960's in the south. Deals with some similar issues as well,including racism/discrimination. Though sad at times, a beautiful and touching story.
  14. 84
    A Painted House de John Grisham (infiniteletters)
  15. 51
    Winesburg, Ohio de Sherwood Anderson (chrisharpe)
  16. 51
    Home de Toni Morrison (Louve_de_mer)
    Louve_de_mer: Pour les problèmes de ségrégation raciale aux États-Unis.
  17. 84
    The God of Small Things de Arundhati Roy (aamirq)
  18. 62
    Inherit the Wind de Jerome Lawrence (kxlly)
  19. 62
    The Sound and the Fury de William Faulkner (LKAYC)
  20. 41
    Scottsboro Boy de Haywood Patterson (lilithcat)
    lilithcat: For the real story of race relations in Alabama in the thirties, read this autobiography of Haywood Patterson, one of several young black men judicially railroaded for the rape of two young white women, and sentenced to death. A national and international campaign ultimately resulted in their exonerations, but their lives had already been destroyed.… (mais)

(ver todas 45 recomendações)

1960s (28)
Romans (41)
. (1)
Carregando...

Registre-se no LibraryThing tpara descobrir se gostará deste livro.

Inglês (1,224)  Espanhol (14)  Francês (9)  Alemão (8)  Italiano (8)  Catalão (7)  Holandês (4)  Húngaro (3)  Sueco (3)  Norueguês (2)  Português (Brasil) (2)  Finlandês (2)  Dinamarquês (1)  Todos os idiomas (1,287)
Exibindo 2 de 2
O sol é para todos aborda o racismo nos Estados Unidos da década de 30 através da percepção de uma criança. Scout Finch relata uma história de preconceito na cidade de Maycomb, onde Tom Robinson, um homem negro, é acusado de estuprar uma mulher branca. Atticus Finch, pai da pequena Scout, é um advogado que luta pela defesa de Tom e enfrenta uma cidade preconceituosa, intolerante e desonesta, ao mesmo tempo que tenta criar os dois filhos pequenos sendo pai e mãe.
A obra nos faz refletir sobre o comportamento humano e o racismo ainda tão intrincado em nossa sociedade. Acompanhar toda a trama por meio da narrativa de uma criança torna tudo ainda mais pungente e delicado.
O sol é para todos venceu o Prêmio Pulitzer, é considerado o romance mais importante do século XX e ganhou adaptação para o cinema. ( )
  AndrielleGM | Mar 21, 2020 |
Uma bela história sob a perspectiva de uma menina. Harper Lee toca-nos em pequenos detalhes das situações em que demonstra verdades comum a todos os homens: a maioria deles são bons, dependendo das circunstâncias. A tradução em Português (BR) da editora José Olympio é pobre em notas de tradução, e até mesmo a capa do livro exiba uma fote de uma casa que não se assemelha à nenhuma descrição da história, nem mesmo àquela de Boo Radley. Falta um prefácio que informe ao leitor desavisado a importância dessa obra. Mesmo com esses pequenos percalços da edição brasileira, a própria história não deixa nada a desejar. ( )
  thiagobomfim | Dec 17, 2009 |
Exibindo 2 de 2
Mockingbird is not necessarily as widely admired among scholars of US literature as it is among its fans. I once enraged an audience of very nice book-lovers at the Cheltenham literary festival by suggesting that Mockingbird was just the teensiest bit overrated. There are many reasons for this assessment, not least the feeling that Atticus Finch’s famous moral rectitude is, in point of fact, disturbingly flexible. He tells Scout: “Before I can live with other folks, I’ve got to live with myself. The one thing that doesn’t abide by majority rule is a person’s conscience.” That’s all well and good, and a fine American sentiment that goes at least back to The Adventures of Huckleberry Finn. But part of Mark Twain’s radical move in that novel is to make his hero an illiterate backwoods boy; Lee’s hero is a virtuous, middle-class white man, full of noblesse oblige to the black people he defends (who revere him for it), but who doesn’t bat an eyelid at the common knowledge that the illiterate, white-trash Mayella Ewell is regularly raped and beaten by her father.

adicionado por SnootyBaronet | editarThe Guardian
 
Its sentiments and moral grandeur are as unimpeachable as the character of its hero, Atticus. ... It's time to stop pretending that "To Kill a Mockingbird" is some kind of timeless classic that ranks with the great works of American literature. Its bloodless liberal humanism is sadly dated, as pristinely preserved in its pages as the dinosaur DNA in "Jurassic Park."
adicionado por LT_Ammar | editarThe Wall Street Journal, Allen Barra
 
A book that we thought instructed us about the world tells us, instead, about the limitations of Jim Crow liberalism in Maycomb, Alabama.
adicionado por LT_Ammar | editarThe New Yorker, Malcolm Gladwell
 
There are some improbable and sentimental moments in the story, but there are also great moments of laughter that belong to memory and a novelist's hand... Miss Lee's original characters are people to cherish in this winning first novel by a fresh writer with something significant to say, South and North.
adicionado por LT_Ammar | editarThe New York Times, Herbert Mitgang
 

» Adicionar outros autores

Nome do autorFunçãoTipo de autorObra?Status
Lee, Harperautor principaltodas as ediçõesconfirmado
Blackmore, Ruth BentonEditorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Brouwer, AafkeIlustradorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
D'Agostino Schanzer, AmaliaTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Darling, SallyNarradorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Edinga, HansTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Elster, MagliTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
French, AlbertIntroduçãoautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Gaskin, NinaDesignerautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Hausser, IsabellePostfaceautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Healy, Timothy S.Posfácioautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Hemmerechts, Kristienautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Hewgill, JodyArtista da capaautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Johnson, DavidIlustradorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Kooman, KoTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Lamb, CharlesIntroduçãoautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Lualdi, Frank P.Editorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Malignon, ClaireTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Millman, DavidIlustradorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Nissen, RudolfEditorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Noli, SuzanneDesigner da capaautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Pines, Ned L.Editorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Porta, BaldomeroTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Prichard, RosesNarradorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Ross, KatherineIlustradorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Sønsteng, GryTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Smith, ShirleyIlustradorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Spacek, SissyNarradorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Stoïanov, IsabelleTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Westerlund, MaijaTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Westrup, Jadwiga P.Tradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Wilson, Andrewautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado

Está contido em

Has the (non-series) sequel

Tem a adaptação

É resumida em

Tem como guia de referência/texto acompanhante

Tem um guia de estudo para estudantes

Has as a teacher's guide

Você deve entrar para editar os dados de Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Compartilhado.
Título canônico
Título original
Títulos alternativos
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Lugares importantes
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Eventos importantes
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Filmes relacionados
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Premiações
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Epígrafe
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Lawyers, I suppose, were children once.
~ Charles Lamb
Dedicatória
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
For Mr. Lee and Alice
in consideration of Love & Affection
Primeiras palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
When he was nearly thirteen, my brother Jem got his arm badly broken at the elbow.
Please spare Mockingbird an Introduction. (From the Foreword by Harper Lee)
Citações
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Shoot all the bluejays you want, if you can hit 'em, but remember it's a sin to kill a mockingbird.
People generally see what they look for, and hear what they listen for.
They're certainly entitled to think that, and they're entitled to full respect for their opinions, but before I can live with other folks I've got to live with myself. The one thing that doesn't abide by majority rule is a person's conscience.
Not from, but about To Kill a Mockingbird, with apologies:

Monroeville, Alabama
January, 1966

Editor, The News Leader:

Recently I have received echoes down this way of the Hanover County School Board’s activities, and what I’ve heard makes me wonder if any of its members can read.

Surely it is plain to the simplest intelligence that “To Kill a Mockingbird” spells out in words of seldom more than two syllables a code of honor and conduct, Christian in its ethic, that is the heritage of all Southerners. To hear that the novel is “immoral” has made me count the years between now and 1984, for I have yet to come across a better example of doublethink.

I feel, however, that the problem is one of illiteracy, not Marxism. Therefore I enclose a small contribution to the Beadle Bumble Fund that I hope will be used to enroll the Hanover County School Board in any first grade of its choice.

Harper Lee
Últimas palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
(Clique para mostrar. Atenção: Pode conter revelações sobre o enredo.)
Aviso de desambiguação
Editores da Publicação
Autores Resenhistas (normalmente na contracapa do livro)
Idioma original
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
CDD/MDS canônico

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês (3)

The explosion of racial hate in an Alabama town is viewed by a little girl whose father defends a black man accused of rape.

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo em haiku

Links rápidos

Capas populares

Avaliação

Média: (4.38)
0.5 16
1 141
1.5 34
2 467
2.5 129
3 1826
3.5 349
4 4901
4.5 789
5 10655

É você?

Torne-se um autor do LibraryThing.

 

Sobre | Contato | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blog | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Históricas | Os primeiros revisores | Conhecimento Comum | 155,741,880 livros! | Barra superior: Sempre visível