Página inicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Este site usa cookies para fornecer nossos serviços, melhorar o desempenho, para análises e (se não estiver conectado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing, você reconhece que leu e entendeu nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade . Seu uso do site e dos serviços está sujeito a essas políticas e termos.
Hide this

Resultados do Google Livros

Clique em uma foto para ir ao Google Livros

Parzival (Penguin Classics) de Wolfram Von…
Carregando...

Parzival (Penguin Classics) (edição: 1980)

de Wolfram Von Eschenbach

MembrosResenhasPopularidadeAvaliação médiaMenções
1,441119,292 (3.82)62
Parzival, an Arthurian romance completed by Wolfram von Eschenbach in the first years of the thirteenth century, is one of the foremost works of German literature and a classic that can stand with the great masterpieces of the world. The most important aspects of human existence, worldly and spiritual, are presented in strikingly modern terms against the panorama of battles and tournaments and Parzival's long search for the Grail. The world of knighthood, of love and loyalty and human endeavor despite the cruelty and suffering of life, is constantly mingling with the world of the Grail, affirming the inherent unity between man's temporal condition and his quest for something beyond human existence.… (mais)
Membro:annafofanna
Título:Parzival (Penguin Classics)
Autores:Wolfram Von Eschenbach
Informação:Penguin Classics (1980), Edition: Reprint, Paperback
Coleções:Sua biblioteca
Avaliação:
Etiquetas:Nenhum(a)

Detalhes da Obra

Parzival de Wolfram von Eschenbach (Author)

  1. 00
    Matterhorn de Karl Marlantes (alanteder)
    alanteder: "Matterhorn" author Karl Marlantes has said that part of the inspiration for his Vietnam War novel also comes from the Parsifal (aka Parzival) Arthurian/Grail legends. See his speaking engagement at the Pritzker Military Library for instance at http://www.pritzkermilitarylibrary.org/events/2010/09-23-karl-marlantes.jsp… (mais)
Carregando...

Registre-se no LibraryThing tpara descobrir se gostará deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

» Veja também 62 menções

Mostrando 1-5 de 11 (seguinte | mostrar todas)
Alussa loputonta jaarittelua, mutta loppua kohden tarina muuttuu suorastaan kiinnostavaksi. Kertojan tyyli on aika veikeä. Tykkäsin. Ei kovin kauhean raskas lukukokemus, kiitos suorasanaisen hyvän suomennoksen. ( )
  KirjaJussi | Apr 19, 2020 |
Based on Lachmann's 6th ed., 1926 ( )
  ME_Dictionary | Mar 19, 2020 |
You may not have heard of Parzival before. Although it's a famous piece of medieval German literature, it's second tier compared to more well-known myths such as Gilgamesh and Beowulf.

I was warned—but it is a slog! At times, I felt as though I was reading something written by one of those random text generators, using material from fantasy novels. I would have the thread of the story for a while, then lose it, and then pick it up again.

One striking aspect of the presentation is that it is written as though it was spoken word (as the story was traditionally told).

One question I have—if this is a chapter in the Arthurian epic, why is it German (as opposed to Old English)?

Although the book is called Parzival, it talks as much about Parzival's father (Gamuret), and his friend Gawain.

Many passages in the book have an air of absurdity to them. Although the same could be said of our era, the social conventions of the era are bizarre and incomprehensible. Much of the plot of the book hinges upon people seemingly deciding to make their lives impossible.

The tenor of the story is pervaded by an extreme sense of machismo and patriarchy. Knights regularly get in duels, only to discover later that they've attacked their allies, or that there was no reason for their engagement.

I will say, in reading modern fantasy such as Robert Jordan and Brandan Sanderson, it's amazing the degree of influence Parzival commands. From the names, to the medieval setting, to the story arc, so many modern fantasy series are essentially remixes of this book. ( )
1 vote willszal | Apr 2, 2019 |
PARZIVAL

Junto con el Fausto de Goethe y el Cantar de los Nibelungos, el Parzival (ca. 1220) de Wolfram von Eschenbach es uno de los principales mitos de la cultura alemana. Del interés que suscitó en su tiempo nos hablan los más de 80 manuscritos conservados, algo inaudito para una obra de esa época. Un interés que no ha dejado de aumentar con los años, suscitando una ingente bibliografía que, sin olvidar la famosa ópera de Wagner, ha tratado de esclarecer de diferentes maneras los numerosos misterios que esta obra guarda tan celosamente. Por muy asombroso que parezca, este poema de casi 25.000 versos permanecía inédito hasta ahora en castellano, faltando así el último y esencial eslabón del ciclo novelesco en torno al Grial. Von Eschenbach no sólo completa y desarrolla con mayor profundidad la historia inacabada que dejó Chrétien de Troyes a finales del siglo XII, sino que introduce una enigmática transformación simbólica que afecta a todo el sentido de la leyenda: el Grial ya no es una copa de efectos maravillosos, ni el cáliz de la Última Cena, sino una piedra mágica caída de la corona de Lucifer en el momento de su derrota, que proporciona todos los alimentos deseados. La ampliación del argumento y de la geografía, la nueva complejidad de sus personajes y del tema hacen de Parzival uno de los grandes poemas épicos de la Edad Media y quizá de todos los tiempos.
  FundacionRosacruz | Mar 14, 2018 |
Not since completing John Milbank's Theology and Social Theory have I felt such a sense of accomplishment– but for entirely different reasons. (Here, the battle was with sheer boredom, and boredom was a tenacious challenger.) ( )
  KatrinkaV | Sep 7, 2015 |
Mostrando 1-5 de 11 (seguinte | mostrar todas)
sem resenhas | adicionar uma resenha

» Adicionar outros autores (103 possíveis)

Nome do autorFunçãoTipo de autorObra?Status
Eschenbach, Wolfram vonAutorautor principaltodas as ediçõesconfirmado
Bötticher, GottholdTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Beuger, LeonardTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Hatto, Arthur ThomasTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Lachmann, KarlEditorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Lee, prof. Dr. A. Van derIntroduçãoautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Lefevere, AndréEditorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Leitzman, AlbertEditorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Mustard, Helen M.Tradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Passage, Charles E.Tradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Você deve entrar para editar os dados de Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Compartilhado.
Título canônico
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Título original
Títulos alternativos
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Lugares importantes
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Eventos importantes
Filmes relacionados
Premiações
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Epígrafe
Dedicatória
Primeiras palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
If vacillation dwell with the heart the soul will rue it.
Citações
Últimas palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
(Clique para mostrar. Atenção: Pode conter revelações sobre o enredo.)
Aviso de desambiguação
Editores da Publicação
Autores Resenhistas (normalmente na contracapa do livro)
Idioma original
Informação do Conhecimento Comum em alemão. Edite para a localizar na sua língua.
CDD/MDS canônico

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês (7)

Parzival, an Arthurian romance completed by Wolfram von Eschenbach in the first years of the thirteenth century, is one of the foremost works of German literature and a classic that can stand with the great masterpieces of the world. The most important aspects of human existence, worldly and spiritual, are presented in strikingly modern terms against the panorama of battles and tournaments and Parzival's long search for the Grail. The world of knighthood, of love and loyalty and human endeavor despite the cruelty and suffering of life, is constantly mingling with the world of the Grail, affirming the inherent unity between man's temporal condition and his quest for something beyond human existence.

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo em haiku

Links rápidos

Capas populares

Avaliação

Média: (3.82)
0.5
1
1.5
2 15
2.5 3
3 30
3.5 8
4 42
4.5 8
5 38

É você?

Torne-se um autor do LibraryThing.

 

Sobre | Contato | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blog | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Históricas | Os primeiros revisores | Conhecimento Comum | 155,864,958 livros! | Barra superior: Sempre visível