Página inicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Pesquise No Site
Este site usa cookies para fornecer nossos serviços, melhorar o desempenho, para análises e (se não estiver conectado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing, você reconhece que leu e entendeu nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade . Seu uso do site e dos serviços está sujeito a essas políticas e termos.
Hide this

Resultados do Google Livros

Clique em uma foto para ir ao Google Livros

The Quiet Boy de Ben H. Winters
Carregando...

The Quiet Boy (edição: 2021)

de Ben H. Winters (Autor)

MembrosResenhasPopularidadeAvaliação médiaMenções
361545,300 (4.1)1
Membro:stumax
Título:The Quiet Boy
Autores:Ben H. Winters (Autor)
Informação:Mulholland Books (2021), 449 pages
Coleções:Finished, E-books - Apple
Avaliação:****
Etiquetas:fiction

Detalhes da Obra

The Quiet Boy de Ben H. Winters

Nenhum(a)
Carregando...

Registre-se no LibraryThing tpara descobrir se gostará deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

» Ver também 1 menção

If the name "Ben Winters" is on the cover, you know you're in for an unusual, inventive trip. In this case, the story revolves around an ambulance-chasing attorney who takes on a case that ends up swallowing his life and that of his adoptive son, who is something of a (very) junior partner in the law firm.

The victim: a teen who suffers a head injury, and after emergency surgery, has an unexpected outcome: he doesn't sleep or eat or grow or experience anything human, but simply walks in circles, endlessly. A living boy has been turned into an unthinking golem, and the colorful lawyer is on the hunt for a way to pin the blame on the hospital - though in fact nobody can explain what happened or what caused it. And then, as things grow more desperate, he takes on a murder case, his client the boy's father, with zero criminal law experience. In the meanwhile, a spooky zealot of a man who believes the strangely affected teenager holds the secret of a utopian future, haunts the lawyer's son and the peculiar expert witness who thinks she can explain what happened.

Compared to earlier novels replete with fully-developed and often bizarre world-building and high concept inventiveness, The Quiet Boy is a bit unbalanced. The case of the boy who walks in circles isn't all that compelling, and the cult=like fanatic who thinks he will usher in peace and enlightenment is spooky, but all of it seems a bit thin next to the endearing and well-developed father-son relationship and the case that dominates their lives. It's as if the novel is a combination of a realistic character-driven legal thriller and one very odd interruption in that reality that is strikingly strange but ends up being somewhat of a MacGuffin. The center of gravity is in the family relationships, not in the boy who has been reduced to a mindless circling figure. I wish there had been more made of the quiet boy himself--it seemed oddly undeveloped--but I certainly enjoyed spending time with the colorful lawyer, his son, and the people who are drawn into their hopeless case.
  bfister | Jun 3, 2021 |
sem resenhas | adicionar uma resenha
Você deve entrar para editar os dados de Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Compartilhado.
Título canônico
Título original
Títulos alternativos
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Lugares importantes
Eventos importantes
Filmes relacionados
Premiações
Epígrafe
Dedicatória
Primeiras palavras
Citações
Últimas palavras
Aviso de desambiguação
Editores da Publicação
Autores Resenhistas (normalmente na contracapa do livro)
Idioma original
CDD/MDS canônico

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês

Nenhum(a)

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo em haiku

Links rápidos

Capas populares

Avaliação

Média: (4.1)
0.5
1
1.5
2
2.5
3
3.5
4 4
4.5 1
5

É você?

Torne-se um autor do LibraryThing.

 

Sobre | Contato | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blog | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Históricas | Os primeiros revisores | Conhecimento Comum | 160,559,888 livros! | Barra superior: Sempre visível