Página inicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Pesquise No Site
Este site usa cookies para fornecer nossos serviços, melhorar o desempenho, para análises e (se não estiver conectado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing, você reconhece que leu e entendeu nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade . Seu uso do site e dos serviços está sujeito a essas políticas e termos.
Hide this

Resultados do Google Livros

Clique em uma foto para ir ao Google Livros

Call Me Lucky His Own Story de Bing Crosby
Carregando...

Call Me Lucky His Own Story (edição: 1953)

de Bing Crosby (Autor)

MembrosResenhasPopularidadeAvaliação médiaConversas
521400,759 (3.2)Nenhum(a)
A candid self-portrait of one of the most gifted of all American entertainers Bing Crosby once said, when asked to explain his success, "Every man who sees one of my movies or who listens to my records or who hears me on the radio, believes firmly that he sings as well as I do, especially when he is in the bathroom shower." And it's not surprising that his classic autobiography, Call Me Lucky, is written in the casual, confident tone of a man singing in the shower. In these pages, Bing tells us how he developed his unique style to produce an unequaled string of hit jazz and pop records, and shares stories about music, horses, golf, movies, and contemporaries--Bob Hope, Bix Beiderbecke, Louis Armstrong, to name just a few. Writing at the apex of his fame, Crosby looks back on a rich and absorbing life--and a phenomenal career--and says with Bingian modesty, hey, Call Me Lucky. "Call Me Lucky remains one of the most enchanting of all show business memoirs. It not only chronicles, with reasonable accuracy, the life of a central figure in the popular culture of this century, but reproduces the merry, occasionally guileful tone Bing Crosby perfected on radio and in movies. This is Crosby the way he wanted to be known to his adoring public and in all likelihood to himself."--Gary Giddins… (mais)
Membro:JeanDav
Título:Call Me Lucky His Own Story
Autores:Bing Crosby (Autor)
Informação:Frederick Muller (1953)
Coleções:Sua biblioteca
Avaliação:
Etiquetas:Nenhum(a)

Detalhes da Obra

Call Me Lucky de Bing Crosby

Nenhum(a)
Carregando...

Registre-se no LibraryThing tpara descobrir se gostará deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

Excellent Physical Condition and autographed by Bing Crosby himself!! ( )
  leslie440 | Jan 1, 2012 |
sem resenhas | adicionar uma resenha

» Adicionar outros autores (5 possíveis)

Nome do autorFunçãoTipo de autorObra?Status
Bing Crosbyautor principaltodas as ediçõescalculado
Bing Crosbyautor principaltodas as ediçõesconfirmado
Você deve entrar para editar os dados de Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Compartilhado.
Título canônico
Título original
Títulos alternativos
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Lugares importantes
Eventos importantes
Filmes relacionados
Premiações
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Epígrafe
Dedicatória
Primeiras palavras
Citações
Últimas palavras
Aviso de desambiguação
Editores da Publicação
Autores Resenhistas (normalmente na contracapa do livro)
Idioma original
CDD/MDS canônico
Canonical LCC

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês (4)

A candid self-portrait of one of the most gifted of all American entertainers Bing Crosby once said, when asked to explain his success, "Every man who sees one of my movies or who listens to my records or who hears me on the radio, believes firmly that he sings as well as I do, especially when he is in the bathroom shower." And it's not surprising that his classic autobiography, Call Me Lucky, is written in the casual, confident tone of a man singing in the shower. In these pages, Bing tells us how he developed his unique style to produce an unequaled string of hit jazz and pop records, and shares stories about music, horses, golf, movies, and contemporaries--Bob Hope, Bix Beiderbecke, Louis Armstrong, to name just a few. Writing at the apex of his fame, Crosby looks back on a rich and absorbing life--and a phenomenal career--and says with Bingian modesty, hey, Call Me Lucky. "Call Me Lucky remains one of the most enchanting of all show business memoirs. It not only chronicles, with reasonable accuracy, the life of a central figure in the popular culture of this century, but reproduces the merry, occasionally guileful tone Bing Crosby perfected on radio and in movies. This is Crosby the way he wanted to be known to his adoring public and in all likelihood to himself."--Gary Giddins

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo em haiku

Capas populares

Links rápidos

Gêneros

Melvil Decimal System (DDC)

790 — Arts and Recreation Amusements and Recreation Amusements

Classificação da Biblioteca do Congresso dos E.U.A. (LCC)

Avaliação

Média: (3.2)
0.5
1 1
1.5
2
2.5 1
3
3.5 1
4 1
4.5
5 1

É você?

Torne-se um autor do LibraryThing.

 

Sobre | Contato | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blog | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Históricas | Os primeiros revisores | Conhecimento Comum | 163,250,341 livros! | Barra superior: Sempre visível