Página inicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Pesquise No Site
Este site usa cookies para fornecer nossos serviços, melhorar o desempenho, para análises e (se não estiver conectado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing, você reconhece que leu e entendeu nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade . Seu uso do site e dos serviços está sujeito a essas políticas e termos.
Hide this

Resultados do Google Livros

Clique em uma foto para ir ao Google Livros

The Naked Sun de Isaac Asimov
Carregando...

The Naked Sun (edição: 1973)

de Isaac Asimov (Autor)

MembrosResenhasPopularidadeAvaliação médiaMenções
5,332841,490 (3.9)109
The Earth will be destroyed by Solaria's robot army if Elijah Baley fails to find the murderer of an eminent scientist.
Membro:kristinn.stefansson
Título:The Naked Sun
Autores:Isaac Asimov (Autor)
Informação:Panther / Granada (1973), Edition: paperback / softback
Coleções:Sua biblioteca
Avaliação:
Etiquetas:Nenhum(a)

Detalhes da Obra

The Naked Sun de Isaac Asimov

Carregando...

Registre-se no LibraryThing tpara descobrir se gostará deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

» Veja também 109 menções

Inglês (75)  Italiano (3)  Espanhol (2)  Francês (2)  Eslovaco (1)  Dinamarquês (1)  Todos os idiomas (84)
Mostrando 1-5 de 84 (seguinte | mostrar todas)
Naked Sun by Isaac Asimov (1991)
  arosoff | Jul 10, 2021 |
Bear in mind, though, that ‘Speculative Fiction’ is really a cluster of genres – Le Guin and Banks don't have much in common other than the SF label – so you might need to cast around quite a bit, to find something to your taste. I think there's much more variation in topic, style, and concerns within SF than within thrillers, or crime fiction, say.

Also prose quality: some sub-genres seem to specialise in authors with tremendous imaginations, capable of great attention to detail, but who can't write a tolerable sentence to save themselves (yes, I'm looking at you, Hard SF). There is a lot of dross out there (though no-one will agree on what's dross and what's not), but the good stuff does redeem it. Having been investigating some older sci-fi works of late I've been impressed by the less-is-more approach to world-building. In “The Naked Sun”, for example, Isaac Asimov sends a human to the distant planet of Solaria to investigate a murder. Life on earth- whether for reasons of defense or pollution is never made clear- now takes place exclusively in underground cities, so our investigator experiences acute agoraphobia anytime he is in the open or even just able to see the sky, which is all the time in Solaria, an advanced utopia where married couples live isolated on enormous estates while robots meet all their needs. Given their small numbers and high dependency on technology, the Solarians have also become unused to close physical human contact- even within a single room or building- and are visibly repelled when our investigator requests "personal" meetings- they are only accustomed to dealing with one another via life-like holograms. Setting up the investigator's physical agoraphobia against the social phobia of the Solarians is a very effective way of examining ways in which humankind might develop, without the need to portray much of the alien planet beyond a few interiors. Between the investigator's preferred underground quarantine and the Solarian's enforced physical distancing we also coincidentally have the perfect mix of COVID era social relations. Asimov also wrote books on Science, so you would think he'd be hot on being particular about his world building. However I remember an interview with him in the 1980s. He apparently approached his Science Fiction as if he was trying to solve a problem like a detective or science researcher. He didn't worry too much about details of world building as the plot and narrative were more important to him.



SF = Speculative Fiction. ( )
  antao | Jun 23, 2021 |
Very similar to Caves of Steel, this is the 3rd book in Asimovs Robot series. Fun detective novel in a space setting. I was a bit disappointed by some of the answers, but overall it was satisfying. ( )
  adamfortuna | May 28, 2021 |
Giallo e fantascienza si fondono in questo romanzo del geniale Isaac Asimov, l'autore di "Anni senza fine" e di altri romanzi di successo. Da una povera Terra, umiliata al punto che i suoi abitanti vivono vergognosi nel sottosuolo, viene chiamato a Solaria, pianeta della Galassia, un intelligente poliziotto perchè svolga le indagini relative a un delitto. Solaria è un mondo perfetto, i suoi abitanti sono pochissimi, rigorosamente selezionati, ricchissimi e padroni di uno stuolo di perfetti robot capaci di eseguire qualsiasi lavoro. Da duecento anni non succedeva un atto criminoso a Solaria, dove la polizia è ritenuta superflua. Ora, un uomo viene ucciso in circostanze misteriose. Un uomo potente, un perfetto Solariano. Chi è il colpevole? I Solariani che vivono nelle loro torri d'avorio non si frequentano l'un l'altro, ma si "vedono" solo a distanza grazie a ingegnosi visori. Chi dunque ha ucciso il dottor Delmarre? Sua moglie, la piccola Gladìa dagli occhi verdi, che inconsciamente si ribella al rigido formalismo solariano? Il vecchio Thool, tremulo e bonario medico? Il rigido Leebig, o la esperta Klorissa? Tutti avevano l'occasione e il movente per uccidere, ma chi di loro è il colpevole? Ciò che i superuomini non sono riusciti a fare, lo fa il modesto poliziotto della Terra perchè è più umano, e può comprendere meglio i tortuosi meandri del sentimento. E dà una grande lezione ai superuomini di quel mondo perfetto: l'uomo deve restare uomo, le macchine non potranno mai sostituirlo del tutto.
  M.Antonia | Mar 11, 2021 |
A murder has been committed on the planet of Solaria in the outer worlds. Elijah Baley—a C6 Detective on Earth, is ordered to help solve the crime. Since he has never ventured into space before, Elijah is not happy, but less so when he discovers he will be partnered again with his old friend, R. Daneel Olivaw—a positronic robot posing as a human Spacer. Once there, Detective Baley is shocked to find the robot population outnumbers the humans thirty thousand to one! He also struggles to adapt to "open-air" living and "viewing" witnesses as holographic projections instead of seeing them in the flesh—which is not allowed on Solaria. Soon Elijah has the inhabitants of Solaria (and himself) pushing their comfort zones and confessing to all their secrets. After solving the crime and returning to the cramped, steel caves of Earth, Elijah finds he no longer views his life in the same way but now longs for something more. ( )
  PaulaGalvan | Dec 29, 2020 |
Mostrando 1-5 de 84 (seguinte | mostrar todas)
Elijah must face is extreme agoraphobia, and Gladia must confront the Solarian fear of interpersonal contact. These Solarians represent what can possibly happen when dependence on robots is taken to extremes. Also, we get to see the developing relationship between Elijah and Daneel.
adicionado por circeus | editarThe Science Fiction Review (Nov 5, 2005)
 

» Adicionar outros autores (20 possíveis)

Nome do autorFunçãoTipo de autorObra?Status
Isaac Asimovautor principaltodas as ediçõescalculado
Beem, A.Tradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Bing, JonPosfácioautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Bringsværd, Tor ÅgePosfácioautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Dufris, WilliamNarradorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Emshiller, EdCover Artistautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Foss, ChrisArtista da capaautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Freas, KellyArtista da capaautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Groot, RuurdArtista da capaautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Haars, PeterArtista da capaautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Kezmarsky, PaulDesigner da capaautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Powers, RichardArtista da capaautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Puttkamer, Jesco vonTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Ray, RuthArtista da capaautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Stoovelaar, FrankArtista da capaautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Whelan, MichaelArtista da capaautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Youll, StephenArtista da capaautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Você deve entrar para editar os dados de Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Compartilhado.
Título canônico
Título original
Títulos alternativos
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Lugares importantes
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Eventos importantes
Filmes relacionados
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Premiações
Epígrafe
Dedicatória
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
To Noreen,
To Tony, and
to One Hundred Unusual Hours
To Noreen and Nick Falasca
for inviting me,
To Tony Boucher
for introducing me,
and to One Hundred Unusual Hours
Primeiras palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Stubbornly Elijah Baley fought panic.
Citações
Últimas palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Aviso de desambiguação
Editores da Publicação
Autores Resenhistas (normalmente na contracapa do livro)
Idioma original
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
CDD/MDS canônico

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês (1)

The Earth will be destroyed by Solaria's robot army if Elijah Baley fails to find the murderer of an eminent scientist.

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo em haiku

Links rápidos

Capas populares

Avaliação

Média: (3.9)
0.5 1
1 8
1.5 3
2 32
2.5 7
3 259
3.5 72
4 504
4.5 36
5 267

É você?

Torne-se um autor do LibraryThing.

 

Sobre | Contato | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blog | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Históricas | Os primeiros revisores | Conhecimento Comum | 160,373,610 livros! | Barra superior: Sempre visível