Página inicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Pesquise No Site
Este site usa cookies para fornecer nossos serviços, melhorar o desempenho, para análises e (se não estiver conectado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing, você reconhece que leu e entendeu nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade . Seu uso do site e dos serviços está sujeito a essas políticas e termos.
Hide this

Resultados do Google Livros

Clique em uma foto para ir ao Google Livros

The everlasting man de G. K. Chesterton
Carregando...

The everlasting man (original: 1925; edição: 1993)

de G. K. Chesterton

MembrosResenhasPopularidadeAvaliação médiaMenções
2,302114,901 (4.18)24
Considered by many to be Chesterton's masterpiece, this book declares his comprehensive view of world history as informed by the Incarnation. Retelling man's story from the very beginning, he shows how all of men's desires are fulfilled in the person of Christ and Christ's Church. With his characteristic brilliance and irony, he argues that Christianity is not just a religion to stand beside other religions, for the fact of the Incarnation sets it quite apart. One of the most original and controversial theological works ever written, this book offers a commanding perspective of world history and offers to restore our sense of wonder in the universe, our God, and ourselves.… (mais)
Membro:tyrell.northcutt
Título:The everlasting man
Autores:G. K. Chesterton
Informação:San Francisco : Ignatius Press, c1993.
Coleções:Sua biblioteca
Avaliação:
Etiquetas:Nenhum(a)

Detalhes da Obra

The Everlasting Man de G. K. Chesterton (1925)

Carregando...

Registre-se no LibraryThing tpara descobrir se gostará deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

» Veja também 24 menções

E se o que torna o humano único é o facto de ser humano? É esta a questão lançada por G. K. Chesterton na obra «O Homem Eterno» pela primeira vez editada em 1925 mas que permanece mais actual que nunca.
Chesterton sustenta nesta obra o quão único é o ser humano, contra as teses então vigentes. Escrito num momento em que o Darwinismo social era a corrente dominante, Chesterton contestou violentamente a tese de que a sociedade caminha de um estado primitivo e bárbaro para a civilização. «Barbárie e civilização não foram estádios que se sucederam no progresso do mundo», afirmou, recorrendo a histórias do Egipto e da Babilónia para a sua contra-argumentação.
Gilbert Keith Chesterton, conhecido como G. K. Chesterton (1874-1936) foi um escritor, poeta, narrador, ensaísta, jornalista, historiador, biógrafo, filósofo, desenhista e conferencista britânico. Depois de «Ortodoxia» (1909), reeditado pela Alêtheia em 2008, reedita-se agora esta obra de referência para a literatura e pensamento mundial.
E se o que torna o humano único é o facto de ser humano? É esta a questão lançada por G. K. Chesterton na obra «O Homem Eterno» pela primeira vez editada em 1925 mas que permanece mais actual que nunca, num momento em que se assinala o bicentenário do nascimento de Charles Darwin.
Em resposta ao evolucionismo, Chesterton sustenta nesta obra o quão único é o ser humano, contra as teses então vigentes. Escrito num momento em que o Darwinismo social era a corrente dominante, Chesterton contestou violentamente a tese de que a sociedade caminha de um estado primitivo e bárbaro para a civilização. «Barbárie e civilização não foram estádios que se sucederam no progresso do mundo», afirmou, recorrendo a histórias do Egipto e da Babilónia para a sua contra-argumentação.
  Jonatas.Bakas | Apr 27, 2021 |
GR-8
  Murtra | Dec 7, 2020 |
V-4
  Murtra | Sep 18, 2020 |
Considered by many to be Chesterton's greatest masterpiece of all his writings, this is his whole view of world history as informed by the Incarnation. Beginning with the origin of man and the various religious attitudes throughout history, Chesterton shows how the fulfillment of all of man's desires takes place in the person of Christ and in Christ's Church.
1 vote StFrancisofAssisi | Apr 28, 2019 |
I read this book in 2014 and could not find a single margin note of mine in the entire book - which surprised me because I like Chesterton's writings. Without my margin notes, I cannot provide a just review, except to say that I do recall enjoying all of Chesterton's books that I read. ( )
  rcalbright | Sep 5, 2017 |
Mostrando 1-5 de 10 (seguinte | mostrar todas)
sem resenhas | adicionar uma resenha
Você deve entrar para editar os dados de Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Compartilhado.
Título canônico
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Título original
Títulos alternativos
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Lugares importantes
Eventos importantes
Filmes relacionados
Premiações
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Epígrafe
Dedicatória
Primeiras palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
There are two ways of going home; and one of them is to stay there.
Citações
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Art is the signature of man.
there are no rules of architecture for a castle in the clouds.
It never came into the mind of a monkey to bury another monkey with nuts in his grave to help him to the heavenly monkey house.
Últimas palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
(Clique para mostrar. Atenção: Pode conter revelações sobre o enredo.)
Aviso de desambiguação
Editores da Publicação
Autores Resenhistas (normalmente na contracapa do livro)
Idioma original
CDD/MDS canônico

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês (2)

Considered by many to be Chesterton's masterpiece, this book declares his comprehensive view of world history as informed by the Incarnation. Retelling man's story from the very beginning, he shows how all of men's desires are fulfilled in the person of Christ and Christ's Church. With his characteristic brilliance and irony, he argues that Christianity is not just a religion to stand beside other religions, for the fact of the Incarnation sets it quite apart. One of the most original and controversial theological works ever written, this book offers a commanding perspective of world history and offers to restore our sense of wonder in the universe, our God, and ourselves.

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo em haiku

Links rápidos

Capas populares

Avaliação

Média: (4.18)
0.5
1 2
1.5 2
2 4
2.5
3 35
3.5 4
4 65
4.5 7
5 91

É você?

Torne-se um autor do LibraryThing.

 

Sobre | Contato | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blog | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Históricas | Os primeiros revisores | Conhecimento Comum | 157,744,276 livros! | Barra superior: Sempre visível