Página inicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Pesquise No Site
Este site usa cookies para fornecer nossos serviços, melhorar o desempenho, para análises e (se não estiver conectado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing, você reconhece que leu e entendeu nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade . Seu uso do site e dos serviços está sujeito a essas políticas e termos.
Hide this

Resultados do Google Livros

Clique em uma foto para ir ao Google Livros

Carregando...

White Aborigines: Identity Politics in Australian Art

de Ian McLean

MembrosResenhasPopularidadeAvaliação médiaConversas
6Nenhum(a)2,158,538 (4)Nenhum(a)
This book investigates how identities have been constructed in Australian art from 1788 onwards. Ian McLean shows that Australian art, and the writing of its history, has, since settlement, been in a dialogue (although often submerged) with Aboriginal art and culture; and that this dialogue is inextricably interwoven with the struggle to find an identity in the antipodes. Beginning with a discussion of how Australia was imagined by Europeans before colonisation, McLean traces the representation of indigeneity through the history of Australian art, and the concomitant invention of an Australian subjectivity. He argues that the colonising culture invested far more in indigenous aspects of the country and its inhabitants than it has been willing to admit. McLean considers artists and their work within a cultural context, and also provides a contemporary theoretical and critical context for his claims.… (mais)
Adicionado recentemente pormarciosm, Ansted, FedUniAEC, velvetink, Paperhouse, will_owen
Nenhum(a)
Carregando...

Registre-se no LibraryThing tpara descobrir se gostará deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

Sem resenhas
sem resenhas | adicionar uma resenha
Você deve entrar para editar os dados de Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Compartilhado.
Título canônico
Título original
Títulos alternativos
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Lugares importantes
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Eventos importantes
Filmes relacionados
Premiações
Epígrafe
Dedicatória
Primeiras palavras
Citações
Últimas palavras
Aviso de desambiguação
Editores da Publicação
Autores Resenhistas (normalmente na contracapa do livro)
Idioma original
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
CDD/MDS canônico

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês

Nenhum(a)

This book investigates how identities have been constructed in Australian art from 1788 onwards. Ian McLean shows that Australian art, and the writing of its history, has, since settlement, been in a dialogue (although often submerged) with Aboriginal art and culture; and that this dialogue is inextricably interwoven with the struggle to find an identity in the antipodes. Beginning with a discussion of how Australia was imagined by Europeans before colonisation, McLean traces the representation of indigeneity through the history of Australian art, and the concomitant invention of an Australian subjectivity. He argues that the colonising culture invested far more in indigenous aspects of the country and its inhabitants than it has been willing to admit. McLean considers artists and their work within a cultural context, and also provides a contemporary theoretical and critical context for his claims.

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo em haiku

Links rápidos

Capas populares

Avaliação

Média: (4)
0.5
1
1.5
2
2.5
3
3.5
4 1
4.5
5

GenreThing

É você?

Torne-se um autor do LibraryThing.

 

Sobre | Contato | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blog | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Históricas | Os primeiros revisores | Conhecimento Comum | 160,254,786 livros! | Barra superior: Sempre visível