Página inicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Pesquise No Site
Este site usa cookies para fornecer nossos serviços, melhorar o desempenho, para análises e (se não estiver conectado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing, você reconhece que leu e entendeu nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade . Seu uso do site e dos serviços está sujeito a essas políticas e termos.
Hide this

Resultados do Google Livros

Clique em uma foto para ir ao Google Livros

The Order of Time de Carlo Rovelli
Carregando...

The Order of Time (original: 2017; edição: 2018)

de Carlo Rovelli (Autor)

MembrosResenhasPopularidadeAvaliação médiaMenções
9663316,612 (3.83)15
Why do we remember the past and not the future? What does it mean for time to "flow"? Do we exist in time or does time exist in us? In lyric, accessible prose, Carlo Rovelli invites us to consider questions about the nature of time that continue to puzzle physicists and philosophers alike.--
Membro:daKing
Título:The Order of Time
Autores:Carlo Rovelli (Autor)
Informação:Riverhead Books (2018), Edition: 1st Edition, 256 pages
Coleções:Sua biblioteca
Avaliação:
Etiquetas:Nenhum(a)

Detalhes da Obra

The Order of Time de Carlo Rovelli (2017)

Carregando...

Registre-se no LibraryThing tpara descobrir se gostará deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

» Veja também 15 menções

Inglês (25)  Espanhol (3)  Italiano (2)  Holandês (2)  Francês (1)  Todos os idiomas (33)
Mostrando 1-5 de 33 (seguinte | mostrar todas)
Really hard to read and pretty much impossible to understand with all the “quoted” and unquoted words with ambiguous meanings and references. I feel like the author tried to explain in layman terms but instead failed to explain anything at all. Even with some basic understating of quantum physics I can’t comprehend a word of this. ( )
  mdibaiee | Sep 23, 2021 |
I'm happy that I chose to listen to this rather than read it. At times it is so complex, so dense, that I would have been tempted to put a book down only to collect dust. Listening to the book, wonderfully read by the ubiquitous Benedict Cumberbatch, I could listen to those difficult passages, and move on, whether I fully understood or not. Perhaps I will revisit this book when the concepts of entropy and quanta are easier for me to grasp, if that ever occurs. My lack of comprehension in no way diminishes my admiration for this book and it's author, who manages to synthesize philosophy over millennia with recent scientific theory. This is a book that made me reconsider things that I had always believed fixed, with the newfound understanding that they are not. ( )
  wdwilson3 | Jul 16, 2021 |
Physics, Metaphysics, and Poetry. I read the Audible version of this while driving to my hometown in another State (a solid book for such a mid-distance, 6 ish hr drive) and thus had the unique pleasure of having Alan Turing himself (as played in The Imitation Game and read here by Benedict Cumberbatch) lecture me on theoretical physics, metaphysics, philosophy, and poetry. If you're looking for a more concrete look at the exact theoretical physics at hand... this isn't the book you're going to want to pick up. If you're looking for more of an easy-read, high-level, pop science level look at whether or not time exists... this is a very good book from that perspective. And indeed, ultimately the text is all about perspective. At the most distinct levels, time simply does not exist, according to Rovelli. And yet obviously we humans experience time. So how can these two prior statements be resolved? Read this book for Rovelli's solid examination into the question and attempt at resolving this seeming paradox. Very much recommended. Particularly the Audible. :) ( )
  BookAnonJeff | Jul 11, 2021 |
Un ensayo esclarecedor y apasionante, que nos da claves –científicas, pero también filosóficas– para entender el misterio del tiempo, un tema central de la física y de nuestra relación con la vida y el universo. ¿Qué es el tiempo? ¿Hasta qué punto lo entendemos? ¿Existimos en el tiempo o el tiempo existe en nosotros? ¿Por qué recordamos el pasado y no el futuro? ¿Qué quiere decir que el tiempo «corre»? ¿El pasado está cerrado y el futuro abierto? ¿El tiempo es lineal? ¿Existe de verdad?... Carlo Rovelli, físico cuyo anterior libro –Siete breves lecciones de física, publicado en esta colección– se tradujo a cuarenta idiomas y se convirtió en un sorprendente bestseller internacional, responde a estas y otras preguntas.El tiempo es un misterio no solo para los profanos, sino también para los físicos, que a lo largo de la historia han ido modificando su percepción de él: de Newton a Einstein y a la gravedad cuántica de bucles, en la que el autor es experto. Rovelli aborda el tiempo y sus enigmas con una combinación única de rigor, capacidad divulgativa y bagaje humanístico que le permite incorporar al texto la mitología hindú, el Mahābhārata y a Guillermo de Ockham, Proust, Rilke...El libro se divide en tres partes: la primera aborda lo que a día de hoy sabe la física moderna sobre el tiempo y los cambios radicales que se han producido en torno a algunos temas que se daban por cerrados; la segunda se centra en la gravedad cuántica y aborda la idea de un mundo sin tiempo, mientras que la tercera explora el nacimiento del tiempo y el modo en que lo experimentamos.El resultado es un ensayo esclarecedor y apasionante, que nos da claves –científicas, pero también filosóficas– para entender el misterio del tiempo, un tema central de la física y de nuestra relación con la vida y el universo.
  Biblilum | May 18, 2021 |
Embrollado, no acabas de ver qué es lo que pretende contarte exactamente y finalmente pierdes completamente el interés y dejas el libro en un rincón. ¡Y eso que es pequeño! pero no capta el interés en ningún momento.
  PJuanNM | Feb 2, 2021 |
Mostrando 1-5 de 33 (seguinte | mostrar todas)
sem resenhas | adicionar uma resenha

» Adicionar outros autores

Nome do autorFunçãoTipo de autorObra?Status
Rovelli, Carloautor principaltodas as ediçõesconfirmado
Svihus, Birgit OweTradutorautor secundáriotodas as ediçõesconfirmado
Boeke, YondTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Carnell, SimonTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Cumberbatch, BenedictNarradorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Heinemann, EnricoTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Karttunen, HannuTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Krone, PattyTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Lem, SophieTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Massana, FrancescTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Ramos Mena, Francisco J.Tradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Segre, EricaTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado

Pertence à série publicada

Você deve entrar para editar os dados de Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Compartilhado.
Título canônico
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Título original
Títulos alternativos
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Lugares importantes
Eventos importantes
Filmes relacionados
Premiações
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Epígrafe
Dedicatória
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
FOR ERNESTO, BILO, AND EDOARDO
Primeiras palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
I stop and do nothing. Nothing happens. I am thinking about nothing. I listen to the passing of time.

This is time, familiar and intimate. We are taken by it. The rush of seconds, hours, years that hurls us toward life then drags us toward nothingness. . . . We inhabit time as fish live in water. Our being is being in time. Its solemn music nurtures us, opens the world to us, troubles us, frightens and lulls us. The universe unfolds into the future, dragged by time, and exists according to the order of time.
Citações
Informação do Conhecimento Comum em Italiano. Edite para a localizar na sua língua.
Gli eventi del mondo non si mettono in fila come gli inglesi. Si accalcano caotici come gli italiani.
«Ogni giorno muoiono innumerevoli persone, eppure quelli che rimangono vivono come se fossero immortali» [Mahabharata III, 297]. Io non vorrei vivere come se fossi immortale. La morte non mi fa paura. Ho paura della sofferenza. Della vecchiaia, anche se ora meno, vedendo la vecchiaia serena e bella di mio padre. Ho paura della debolezza, della mancanza di amore. Ma la morte non mi fa paura. Non mi faceva paura da ragazzo, ma allora pensavo fosse solo perché mi sembrava lontana. Ma ora, a sessant'anni, la paura non è arrivata. Amo la vita, ma la vita è anche fatica, sofferenza, dolore. Penso alla morte come a un meritato riposo. Sorella del sonno, la chiama Bach nella meravigliosa cantata BWV 56. Una sorella gentile che verrà presto a chiudere i miei occhi e accarezzarmi la testa.
E il canto, come aveva osservato Agostino, è la consapevolezza del tempo. È il tempo. È l'inno dei Veda che è esso stesso lo sbocciare del tempo. Nel Benedictus della “Missa Solemnis” di Beethoven il canto del violino è pura bellezza, pura disperazione, pura felicità. Vi restiamo sospesi trattenendo il fiato, sentendo misteriosamente che è questa la sorgente del senso. È questa la sorgente del tempo.
Últimas palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
(Clique para mostrar. Atenção: Pode conter revelações sobre o enredo.)
Aviso de desambiguação
Editores da Publicação
Autores Resenhistas (normalmente na contracapa do livro)
Idioma original
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
CDD/MDS canônico
Canonical LCC

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês

Nenhum(a)

Why do we remember the past and not the future? What does it mean for time to "flow"? Do we exist in time or does time exist in us? In lyric, accessible prose, Carlo Rovelli invites us to consider questions about the nature of time that continue to puzzle physicists and philosophers alike.--

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo em haiku

Capas populares

Links rápidos

Avaliação

Média: (3.83)
0.5
1 4
1.5
2 12
2.5 3
3 29
3.5 11
4 62
4.5 7
5 42

É você?

Torne-se um autor do LibraryThing.

 

Sobre | Contato | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blog | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Históricas | Os primeiros revisores | Conhecimento Comum | 163,133,578 livros! | Barra superior: Sempre visível