Página inicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Pesquise No Site
Este site usa cookies para fornecer nossos serviços, melhorar o desempenho, para análises e (se não estiver conectado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing, você reconhece que leu e entendeu nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade . Seu uso do site e dos serviços está sujeito a essas políticas e termos.

Resultados do Google Livros

Clique em uma foto para ir ao Google Livros

Carregando...

Gateway (1977)

de Frederik Pohl

Outros autores: Veja a seção outros autores.

Séries: The Heechee Saga: Story Order (1), The Heechee Saga (1)

MembrosResenhasPopularidadeAvaliação médiaMenções
4,6631002,438 (3.94)153
The Heechee gateways, remnants of an ancient civilization, provide instantaneous passage to the far reaches of the universe but do not ensure destination, return, wealth, or survival.
Carregando...

Registre-se no LibraryThing tpara descobrir se gostará deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

» Veja também 153 menções

Inglês (89)  Espanhol (3)  Francês (2)  Dinamarquês (2)  Italiano (2)  Finlandês (1)  Hebraico (1)  Todos os idiomas (100)
Mostrando 1-5 de 100 (seguinte | mostrar todas)
Really enjoyed this classic. ( )
  roguelike | Feb 4, 2024 |
An amazing work exploring the experience of being an astronaut or explorer. I really thought this would make my top 10 science fiction book list, except every other chapter is not very interesting and the ending is a bit of a let down. Still an important read. ( )
  MXMLLN | Jan 12, 2024 |
A very prescient sci-fi novel that essentially predicts the rise of smartphones, no kidding.

It deals with the discovery of a hyperspace network developed by a race of precursor aliens. Its strength is that it's very character-driven - it is mostly told in flashback by the main character in counselling sessions with a sarcastic robot. There are pages that are supposed "realia", helping to flesh out the world. The story is drip-fed to you, slowly foreshadowing the twists at the end when everything comes together, and I liked that.

The hyperspace ships left by the aliens only travel to preprogrammed locations, meaning that every trip is a gamble - will they have enough fuel or food for the journey? where will they end up? will they be able to profit? (since the future world is apparently the worst excesses of capitalism on steroids) - and even then crewmembers have to travel in close quarters for months, making it an emotional toll. Given all that, a lot of what happens in the story is unsurprising.

Some of the revelations aren't so savoury - the m.c. turns out to be a violent closet case, and beats up his girlfriend. But the book reveals this while being careful to condemn his actions and make the story one of guilt. The final revelation that he left his girlfriend to be sucked into a black hole - meaning it's his guilt that she is, due to time dilation still in that situation and will be long after he dies, and he has no way to tell her it wasn't actually his fault - cements that. Unreliable Narrator is handled well, basically.

And yeah, for 1977 the future predictions are astounding honestly. Pohl never quite accurately predicts the internet, for example, but capitalism has been going the way of this book for decades, and the book's p-phones are basically smartphones. ( )
  finlaaaay | Aug 1, 2023 |
Ambitieux récit construit sur deux trames parallèles qui finiront par s'interpénétrer et se justifier l'une l'autre, entrecoupées de petits appendices parfois drôles sur le quotidien de la Grande Porte : dans le présent, Bob consulte régulièrement un psychiatre robot qui tente de lui faire révéler la source de sa souffrance intérieure ; et nous sautons allègrement dans le passé de Robinette Broadhead, de son existence pénible dans des mines sur Terre à son séjour au sein des tunnels de la Grande Porte, à attendre l'expédition qui pourrait le rendre multi-milliardaire - ou le tuer. Et incidemment nous en apprenons petit à petit davantage sur les Heechees, cette race d'êtres disparus qui a laissé derrière elle des artefacts incroyables comme ces vaisseaux automatisés ou d'autres objets dont l'utilisation demeure un mystère. La course aux vestiges heechees est du coup devenue une sorte de ruée vers l'or technologique, certains d'entre eux ayant déjà permis d'améliorer considérablement le quotidien des Humains. Mais les missions ne sont jamais garanties, le taux d'échec est élevé et nombre d'équipages ne s'en sont pas sortis indemnes ; quant à ceux qui sont revenus, bien rares sont les bienheureux qui en auront rapporté de quoi vivre tranquillement jusqu'à la fin de leurs jours.
Fred Pohl use d'un style dynamique, s'adonne à quelques tentatives de techno-babble sans verser dans la hard science et s'évertue à conserver un côté aventureux à son roman : on sait que Bob s'en est sorti et qu'il a touché le pactole, mais pourquoi ressent-il cette profonde culpabilité qui le pousse à s'adonner aux pires turpitudes ? Les chapitres psychanalytiques étant souvent courts, ils parviennent à ne pas lasser le lecteur qui préfèrera sans doute la description de l'univers de la Grande Porte, ses dérives capitalistes, ses décors singuliers (des tunnels creusés dans un astéroïde aménagé) et sa faune hétéroclite, personnages plus ou moins paumés mus par une même passion et terrassés par la même angoisse.
Intéressant, et suffisamment intriguant pour mériter d'être développé plus avant. ( )
  Arpenteur | Mar 25, 2023 |
Creative and well written, but I just cannot read this genre for fun and enjoyment. ( )
  LivelyLady | Mar 6, 2023 |
Mostrando 1-5 de 100 (seguinte | mostrar todas)
sem resenhas | adicionar uma resenha

» Adicionar outros autores (28 possíveis)

Nome do autorFunçãoTipo de autorObra?Status
Frederik Pohlautor principaltodas as ediçõescalculado
Meistermann, ChristianTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Reynolds, AlastairPosfácioautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Sleight, GrahamIntroduçãoautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Você deve entrar para editar os dados de Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Compartilhado.
Título canônico
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Título original
Títulos alternativos
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Lugares importantes
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Eventos importantes
Filmes relacionados
Epígrafe
Dedicatória
Primeiras palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
My name is Robinette Broadhead, in spite of which I am male.
Citações
Últimas palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
(Clique para mostrar. Atenção: Pode conter revelações sobre o enredo.)
Aviso de desambiguação
Editores da Publicação
Autores Resenhistas (normalmente na contracapa do livro)
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Idioma original
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
CDD/MDS canônico
LCC Canônico

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês (1)

The Heechee gateways, remnants of an ancient civilization, provide instantaneous passage to the far reaches of the universe but do not ensure destination, return, wealth, or survival.

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo em haiku

Current Discussions

Nenhum(a)

Capas populares

Links rápidos

Avaliação

Média: (3.94)
0.5
1 14
1.5 3
2 43
2.5 17
3 235
3.5 75
4 494
4.5 50
5 329

É você?

Torne-se um autor do LibraryThing.

 

Sobre | Contato | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blog | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Históricas | Os primeiros revisores | Conhecimento Comum | 205,721,441 livros! | Barra superior: Sempre visível