Página inicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Pesquise No Site
Este site usa cookies para fornecer nossos serviços, melhorar o desempenho, para análises e (se não estiver conectado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing, você reconhece que leu e entendeu nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade . Seu uso do site e dos serviços está sujeito a essas políticas e termos.
Hide this

Resultados do Google Livros

Clique em uma foto para ir ao Google Livros

Augustus: A Novel de John Edward Williams
Carregando...

Augustus: A Novel (original: 1972; edição: 2004)

de John Edward Williams (Autor)

MembrosResenhasPopularidadeAvaliação médiaMenções
1,1784412,263 (4.14)81
"Winner of the 1973 National Book Award. In Augustus, the third of his great novels, John Williams took on an entirely new challenge, a[n] historical novel set in classical Rome, exploring the life of the founder of the Roman Empire, whose greatness was matched by his brutality. To tell the story, Williams also turned to a genre, the epistolary novel, that was new to him, transforming and transcending it just as he did the western in Butcher's Crossing and the campus novel in Stoner. Augustus is the final triumph of a writer who has come to be recognized around the world as an American master. "[In Augustus,] John Williams re-creates the Roman Empire from the death of Julius Caesar to the last days of Augustus, the machinations of the court, the Senate, and the people, from the sickly boy to the sickly man who almost dies during expeditions[;] to what would seem to be the ruthless ruler. Read it in conjunction with Robert Graves's more flamboyant I, Claudius and Claudius the God, Hermann Broch's The Death of Virgil, and Marguerite Yourcenar's Memoirs of Hadrian." --Harold Augenbraum, Executive Director of the National Book Foundation"--… (mais)
Membro:jdtchicago
Título:Augustus: A Novel
Autores:John Edward Williams (Autor)
Informação:Vintage (2004), Edition: Reprint, 336 pages
Coleções:Sua biblioteca
Avaliação:*****
Etiquetas:Nenhum(a)

Detalhes da Obra

Augustus de John Edward Williams (1972)

Adicionado recentemente porMAR67, WXC789, biblioteca privada, wxc777, WXC89, nagel175, chrisvia
Bibliotecas HistóricasNelson Algren
Carregando...

Registre-se no LibraryThing tpara descobrir se gostará deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

» Veja também 81 menções

Inglês (28)  Holandês (7)  Italiano (5)  Hebraico (1)  Francês (1)  Dinamarquês (1)  Espanhol (1)  Todos os idiomas (44)
Mostrando 1-5 de 44 (seguinte | mostrar todas)
Excellent ( )
  ebethe | Feb 20, 2021 |
After thoroughly enjoying Stoner by John Williams, I was disappointed to discover I only had a few more of his works to look forward to. So I put off the reading of the next one: my way of spreading out the enjoyment. I chose to read Augustus next, for no particular reason. I am not a huge historical fiction fan, and I am not well-versed in Roman history but I loved Augustus. Augustus is a very intimate portrait of a great man who wielded tremendous power over a long life, who loved and was strongly committed to his friends and his children. But Augustus, the novel, also gave me a feel for Roman life during the time of Augustus, the emperor, and introduced me to the impact that political maneuverings, military campaigns and marriages between certain families had on the strength and even the survival of the Empire.

Given my enjoyment in reading Stoner, it would have been easy for Augustus to have disappointed, for my expectations to have simply been too high. That clearly did not happen. ( )
  afkendrick | Oct 25, 2020 |
Año 44 a. C. Julio Cesar es asesinado. Cuando en su testamento la vida adopta y nombra como su heredero universal a su sobrino Octavio, la vida de este joven de dieciocho años cambia para siempre... ( )
  pedrolopez | Jun 8, 2020 |
National Book Award
  Overgaard | May 30, 2020 |
La figura di Augusto è da sempre controversa: chi era davvero quest'uomo che da solo ha saputo dar vita ad un impero?
John Williams prova ad offrirci una risposta in questo romanzo, mettendo in chiaro da subito che si tratta di un'opera letteraria e non storica. L'Augusto che tratteggia nelle sue pagine è un personaggio complesso, di spaventosa intelligenza e grande sensibilità, che è spinto non dall'ambizione ma dal destino a conquistare un potere inimmaginabile.
La personalità di Ottaviano si delinea pian piano, tramite lettere e diari delle persone a lui vicine, e questo permette di cogliere tutte le sfaccettature di un uomo dalle mille anime: nemico implacabile, ma anche padre amorevole ed amico affezionato; politico astuto e allo stesso tempo poeta ed amante delle arti.
La sua figura viene esplorata da ogni punto di vista: dopo una prima parte più strettamente politica in cui si descrive la sua ascesa al potere (e che da appassionata di storia ho trovato la più coinvolgente), si arriva ad una dimensione più intima e familiare in cui vengono descritti gli amori, i lutti e le contrarietà di una vita al servizio dello stato. Infine nelle ultime pagine abbiamo un Augusto prossimo alla morte che traccia un bilancio della sua vita, il testamento morale di un uomo che ha portato il peso del mondo sulle spalle.
Forse quello che viene fuori è un ritratto un po' troppo lusinghiero (basta avere un' infarinatura di storia per notare come l'autore abbia saggiamente smussato o rielaborato tutti gli episodi più oscuri della vita di Augusto, dalla morte di Pansa e Irzio all'esilio della figlia), ma come dicevo prima non è un trattato di storia bensì un romanzo, e come romanzo funziona a meraviglia: la caratterizzazione dei personaggi è eccellente e lo stile affascina sin dalla prima riga con un mix di semplicità e solennità; senz'altro uno dei migliori romanzi storici in circolazione. ( )
  Lilirose_ | Mar 1, 2020 |
Mostrando 1-5 de 44 (seguinte | mostrar todas)
So in reading Augustus, which Williams himself said was the depiction of the development and workings of the mind of a seemingly honorable man who is forced to perform evil acts in order to achieve a greater good—including the exile of the people closest to him—as Augustus Caesar had to do with his own daughter and his lifelong friends, I’m a bit at sea.
 

» Adicionar outros autores

Nome do autorFunçãoTipo de autorObra?Status
Williams, John Edwardautor principaltodas as ediçõesconfirmado
Krol, EdzardTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Lattanzi, AntonellaTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Mendelsohn, DanielIntroduçãoautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Oddera, BrunoTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Você deve entrar para editar os dados de Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Compartilhado.
Título canônico
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Título original
Títulos alternativos
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Lugares importantes
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Eventos importantes
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Filmes relacionados
Premiações
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Epígrafe
Dedicatória
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
For Nancy
Primeiras palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Send the boy to Apollonia.
Citações
Últimas palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
(Clique para mostrar. Atenção: Pode conter revelações sobre o enredo.)
Aviso de desambiguação
Editores da Publicação
Autores Resenhistas (normalmente na contracapa do livro)
Idioma original
Informação do Conhecimento Comum em Italiano. Edite para a localizar na sua língua.
CDD/MDS canônico

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês (1)

"Winner of the 1973 National Book Award. In Augustus, the third of his great novels, John Williams took on an entirely new challenge, a[n] historical novel set in classical Rome, exploring the life of the founder of the Roman Empire, whose greatness was matched by his brutality. To tell the story, Williams also turned to a genre, the epistolary novel, that was new to him, transforming and transcending it just as he did the western in Butcher's Crossing and the campus novel in Stoner. Augustus is the final triumph of a writer who has come to be recognized around the world as an American master. "[In Augustus,] John Williams re-creates the Roman Empire from the death of Julius Caesar to the last days of Augustus, the machinations of the court, the Senate, and the people, from the sickly boy to the sickly man who almost dies during expeditions[;] to what would seem to be the ruthless ruler. Read it in conjunction with Robert Graves's more flamboyant I, Claudius and Claudius the God, Hermann Broch's The Death of Virgil, and Marguerite Yourcenar's Memoirs of Hadrian." --Harold Augenbraum, Executive Director of the National Book Foundation"--

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo em haiku

Links rápidos

Capas populares

Avaliação

Média: (4.14)
0.5
1 3
1.5
2 3
2.5 3
3 29
3.5 18
4 88
4.5 32
5 78

É você?

Torne-se um autor do LibraryThing.

 

Sobre | Contato | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blog | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Históricas | Os primeiros revisores | Conhecimento Comum | 157,652,783 livros! | Barra superior: Sempre visível