Página inicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Pesquise No Site
Este site usa cookies para fornecer nossos serviços, melhorar o desempenho, para análises e (se não estiver conectado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing, você reconhece que leu e entendeu nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade . Seu uso do site e dos serviços está sujeito a essas políticas e termos.
Hide this

Resultados do Google Livros

Clique em uma foto para ir ao Google Livros

The Undercover Economist de Tim Harford
Carregando...

The Undercover Economist (original: 2006; edição: 2007)

de Tim Harford (Autor)

MembrosResenhasPopularidadeAvaliação médiaMenções
3,086573,323 (3.67)20
Tim Harford reveals the economics behind everything from supermarkets to insurance companies to airlines in this entertaining and informative book. To protect both our wallets and our bank accounts, we must better understand why companies do what they do.
Membro:allanwilson2
Título:The Undercover Economist
Autores:Tim Harford (Autor)
Informação:Abacus (2007), Edition: Revised ed., 384 pages
Coleções:Sua biblioteca
Avaliação:
Etiquetas:Nenhum(a)

Detalhes da Obra

The Undercover Economist: Exposing Why the Rich Are Rich, the Poor Are Poor--and Why You Can Never Buy a Decent Used Car de Tim Harford (2006)

Carregando...

Registre-se no LibraryThing tpara descobrir se gostará deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

» Veja também 20 menções

Inglês (55)  Espanhol (1)  Alemão (1)  Todos os idiomas (57)
Mostrando 1-5 de 57 (seguinte | mostrar todas)
The Undercover Economist by Tim Harford (2007)
  arosoff | Jul 10, 2021 |
Quite a good little intro. I read enough economics texts and blogs (note to self: add Tim Harford's blog to my already bulging list of RSS feeds) that I didn't find anything too surprising. Nevertheless, the overall presentation is well done for a popular overview, and served as a good review. As an aside, the constant coffee-talk reminded me of [a:Peter Navarro|57585|Peter Navarro|http://www.goodreads.com/assets/nophoto/nophoto-U-50x66-251a730d696018971ef4a443cdeaae05.jpg]'s stock trading treatise [b:If It's Raining in Brazil Buy Starbucks|99892|If It's Raining in Brazil, Buy Starbucks|Peter Navarro|http://d.gr-assets.com/books/1347908850s/99892.jpg|96305].

The only point of cognitive dissonance I had was that, having been published in 2005, this book feels a little dated even now. Obviously, it doesn't mention anything about the 2007/2008 financial crisis, and I expect if it were written now, more attention might be paid to health care, campaign finance, etc. That doesn't take away from what's there — it just means that perhaps there's a good opportunity for a revised edition! :) (Or, perhaps Harford has addressed these in his other books.) ( )
  octoberdad | Dec 16, 2020 |
Nice read. Full of nuggets for thought. Its tag line provides a good enough summary. ( )
  sami7 | Aug 3, 2020 |
La idea de este libro promete mucho. El primer capítulo analiza por qué los cafés en Starbucks y otras cadenas comerciales cafeteras son tan caros comparados con un café en un bar. Tim Harford [TH] nos tiende una trampa, para luego darle la vuelta al argumento. En un principio podríamos pensar que los cafés de Starbucks son tan caros porque esta cadena suele tener sus tiendas en lugares de mucho nivel (en plena Gran Vía madrileña, justo a la salida de las principales estaciones de metro…), y que como paga alquileres muy caros, deben de tener precios caros para mantenerse. Pero es justo al contrario. Comenzando por el término económico de escasez (a ver si algún lector versado en economía amplía esa entrada de la Wikipedia, que está muy delgada la pobre), TH nos retrotrae a los primeros tiempos del Far West y hace un símil entre las tierras de pastoreo de distinta calidad y las franquicias cafeteras. Su tesis es que Starbucks se apodera de los lugares en los que hay demanda de café (salidas de estaciones de metro importantes, en hora punta matutina, las propias estaciones de metro, plazas centrales de grandes ciudades) y ofrece más dinero a los propietarios de los centros comerciales para que no haya más tiendas de café cerca. Como Starbucks tiene así el poder de la escasez, puede permitirse cobrar más caros los cafés porque la gente que sale del metro y necesita un café se para menos a comparar precios y decidir que un capuchino por 3€ es un exceso. He resumido muchísimo el argumento, que puede parecer cojo. La discusión del libro es mucho mejor.
TH nos explica luego qué es un mercado perfecto y cuáles son los tres principales “problemas” que hacen que algunos mercados no funcionen como deberían. Por el camino aprenderemos un montón sobre términos económicos, pero administrados con maestría, de forma que no duelan
Hay un capítulo fantástico sobre las subastas de licencias de telefonía UMTS y cómo dos países distintos (EE.UU. y Reino Unido), empleando sistemas similares, obtuvieron recaudaciones muy distintas por parte de las compañías de telecomunicaciones. Una leve variación en los sistemas provocó que un país obtuviera 100 veces menos ingresos que el otro por más o menos las mismas licencias puestas a subasta. Muy interesante.
También nos damos una vuelta por países en desarrollo. TH compara a Camerún y China, dos países que el autor visitó y que hace pocos años tenían niveles de pobreza similares. Mientras que China ahora es una superpotencia económica y no para de crecer, Camerún sigue sumido en la miseria.
Y aprendemos por qué TH cree que el protocolo de Kyoto puede ser realmente útil, pues un protocolo anterior, que los EE.UU. hicieron de manera interna, consiguió recortar muchísimo las emisiones de azufre.
Una de las mejores partes del libro comienza con la frase Una empresa siempre intentará cobrarte por un producto lo máximo que estés dispuesto a pagar. Y a continuación da multitud de ejemplos, que todos conocemos, de empresas que ponen distintos precios a productos muy similares para que cada cual elija lo que está dispuesto a pagar por ellos. Compañías aéreas, la propia Starbucks y unas cuantas más. Una explicación fantástica.
También hay referencias aisladas a teoremas económicos muy interesantes, como aquél que demuestra que imponer un arancel al producto A importado de otro país es equivalente a poner un arancel al producto B exportado por nuestro propio país.
El libro picotea por temas muy variados. No hay una tesis central que se vaya desarrollando, son más bien capítulos independientes, en general. La lectura es muy amena y a veces, sólo a veces, hay que releer una parte para asegurarse de haber entendido bien el concepto subyacente. Me lo he pasado pipa leyendo.
Mi nota: Muy interesante. ( )
  Remocpi | Apr 22, 2020 |
I listened to this one via Audible, which perhaps wasn't the greatest decision. Need to go back and review a print copy before deciding how I feel about it.
  thegreatape | Jan 7, 2020 |
Mostrando 1-5 de 57 (seguinte | mostrar todas)
Harford’s book “leads the reader to the point” where seemingly “outrageous” statements by economists seem sensible, says Tim Worstall in The Daily Telegraph. Anyone confused by “how the world works” will benefit from reading it.
 
Você deve entrar para editar os dados de Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Compartilhado.
Título canônico
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Título original
Títulos alternativos
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Lugares importantes
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Eventos importantes
Filmes relacionados
Premiações
Informação do Conhecimento Comum em Russo. Edite para a localizar na sua língua.
Epígrafe
Dedicatória
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
To Deborah Harford, Fran Monks, and Stella Harford -- family
... past, present, and future.
Primeiras palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Introduction
I would like to thank you for buying this book, but if you're anything like me you haven't bought it at all.
Citações
Últimas palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Aviso de desambiguação
Editores da Publicação
Autores Resenhistas (normalmente na contracapa do livro)
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Idioma original
CDD/MDS canônico
Canonical LCC

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês (2)

Tim Harford reveals the economics behind everything from supermarkets to insurance companies to airlines in this entertaining and informative book. To protect both our wallets and our bank accounts, we must better understand why companies do what they do.

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo em haiku

Capas populares

Links rápidos

Avaliação

Média: (3.67)
0.5
1 11
1.5 3
2 32
2.5 13
3 154
3.5 58
4 240
4.5 20
5 93

É você?

Torne-se um autor do LibraryThing.

 

Sobre | Contato | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blog | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Históricas | Os primeiros revisores | Conhecimento Comum | 162,481,396 livros! | Barra superior: Sempre visível