Página inicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Pesquise No Site
Este site usa cookies para fornecer nossos serviços, melhorar o desempenho, para análises e (se não estiver conectado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing, você reconhece que leu e entendeu nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade . Seu uso do site e dos serviços está sujeito a essas políticas e termos.
Hide this

Resultados do Google Livros

Clique em uma foto para ir ao Google Livros

Poverty Creek Journal (Tupelo Press's Life…
Carregando...

Poverty Creek Journal (Tupelo Press's Life in Art) (original: 2014; edição: 2014)

de Thomas Gardner (Autor)

MembrosResenhasPopularidadeAvaliação médiaConversas
1431,161,441 (4)Nenhum(a)
Literary Nonfiction. Spiritual improvisations, radiant acts of attention: echoing Thoreau's Walden, the meditations of Guy Davenport, and Kenny Moore's groundbreaking articles for Sports Illustrated, Thomas Gardner strides through inner and outer landscapes. Freed by disciplined effort, the runner's mind here roams and mourns and remembers.… (mais)
Membro:wad209
Título:Poverty Creek Journal (Tupelo Press's Life in Art)
Autores:Thomas Gardner (Autor)
Informação:Tupelo Press (2014), 54 pages
Coleções:Sua biblioteca
Avaliação:
Etiquetas:shelf:b3

Detalhes da Obra

Poverty Creek Journal (Tupelo Press's Life in Art) de Thomas Gardner (2014)

Nenhum(a)
Carregando...

Registre-se no LibraryThing tpara descobrir se gostará deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

Exibindo 3 de 3
A beautiful, slim journal that combines the author's passions for running and for words. Presented as a memoir of sorts in 50 brief entries, this book is thick with literary allusions and personal revelations all grounded in the physicality of distance running in the natural setting of Pandapas Pond, my own home trail system. Beautiful, understated, and sublimely rich with imagery, this little book can be breath-taking in its simplicity. ( )
  alexezell | Nov 14, 2018 |
In this slim volume of meditations, we listen as Thomas Gardner interweaves his running, nature, and the loss of his brother with reflections on the writings of Emily Dickinson, Walt Whitman. and other poets and philosophers. He speaks simply but profoundly, his images of the natural world he encounters on his runs expressed with quiet poetry:

"Bushes and leaves, heavy with frost, bending down to sip, drawing the light, in secret, to their lips."

His mourning is poignant and not self-pitying:

"Now I'm alone, wordless, with the strangest sens of being set apart to mourn or notice. I'm not sure which. The wind above us, moving across space."

He quotes Simone Weil: "Attention, taken to its highest degree, is the same thing as prayer." Gardner's Poverty Creek Journal shows this to be true on every page. ( )
  dasam | Jul 25, 2017 |
What to call these gems, prose-poems, journal entries? Random thoughts while running? They are jewels of language, sensibility, observation and grief. Fifty-two chapters, each a prose poem that is allusive, moving and strong. ( )
  nmele | Jul 14, 2016 |
Exibindo 3 de 3
sem resenhas | adicionar uma resenha
Você deve entrar para editar os dados de Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Compartilhado.
Título canônico
Título original
Títulos alternativos
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Lugares importantes
Eventos importantes
Filmes relacionados
Premiações
Epígrafe
Dedicatória
Primeiras palavras
Citações
Últimas palavras
Aviso de desambiguação
Editores da Publicação
Autores Resenhistas (normalmente na contracapa do livro)
Idioma original
CDD/MDS canônico

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês

Nenhum(a)

Literary Nonfiction. Spiritual improvisations, radiant acts of attention: echoing Thoreau's Walden, the meditations of Guy Davenport, and Kenny Moore's groundbreaking articles for Sports Illustrated, Thomas Gardner strides through inner and outer landscapes. Freed by disciplined effort, the runner's mind here roams and mourns and remembers.

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo em haiku

Links rápidos

Capas populares

Avaliação

Média: (4)
0.5
1
1.5
2
2.5
3 1
3.5
4 2
4.5
5 1

É você?

Torne-se um autor do LibraryThing.

 

Sobre | Contato | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blog | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Históricas | Os primeiros revisores | Conhecimento Comum | 159,220,125 livros! | Barra superior: Sempre visível