Página inicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Pesquise No Site
Este site usa cookies para fornecer nossos serviços, melhorar o desempenho, para análises e (se não estiver conectado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing, você reconhece que leu e entendeu nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade . Seu uso do site e dos serviços está sujeito a essas políticas e termos.

Resultados do Google Livros

Clique em uma foto para ir ao Google Livros

Animal Farm de George Orwell
Carregando...

Animal Farm (original: 1946; edição: 2018)

de George Orwell (Autor)

MembrosResenhasPopularidadeAvaliação médiaMenções
60,86388416 (4)1159
Classic Literature. Fiction. HTML:

George Orwell's classic satire of the Russian Revolution has become an intimate part of our contemporary culture, with its treatment of democratic, fascist, and socialist ideals through an animal fable. The animals of Mr. Jones' Manor Farm are overworked, mistreated, and desperately seeking a reprieve. In their quest to create an idyllic society where justice and equality reign, the animals of Manor Farm revolt against their human rulers, establishing the democratic Animal Farm under the credo, "All Animals Are Created Equal." Out of their cleverness, the pigsNapoleon, Squealer, and Snowballemerge as leaders of the new community. In a development of insidious familiarity, the pigs begin to assume ever greater amounts of power, while other animals, especially the faithful horse Boxer, assume more of the work. The climax of the story is the brutal betrayal of Boxer, when totalitarian rule is reestablished with the bloodstained postscript to the founding slogan: "But Some Animals Are More Equal than Others."

This astonishing allegory, one of the most scathing satires in literary history, remains as fresh and relevant as the day it was published.

.
… (mais)
Membro:onlyforthebooks
Título:Animal Farm
Autores:George Orwell (Autor)
Informação:Penguin Classic (2018), 128 pages
Coleções:Sua biblioteca
Avaliação:
Etiquetas:Nenhum(a)

Informações da Obra

A Revolução dos Bichos de George Orwell (1946)

  1. 622
    1984 de George Orwell (Phr33k, hpfilho)
    Phr33k: The theory behind the two books is the same, and if you enjoyed Animal Farm, you should read Nineteen Eighty-four
  2. 275
    O Senhor das Moscas de William Golding (mikeg2, sturlington)
  3. 101
    One Day in the Life of Ivan Denisovich de Alexander Solzhenitsyn (BeeQuiet)
    BeeQuiet: Whilst this book follows one day in the life of a Soviet prisoner in a gulag as opposed to merely a worker, this is still a stunning indictment of the revolution's disregard of human life.
  4. 50
    Darkness at Noon de Arthur Koestler (chrisharpe)
  5. 106
    Watership Down de Richard Adams (mcenroeucsb)
  6. 1310
    A Metamorfose de Franz Kafka (mariamreza)
    mariamreza: Another great use of allegory.
  7. 21
    Red Plenty: Industry! Progress! Abundance! Inside the Fifties Soviet Dream de Francis Spufford (lewbs)
    lewbs: Both books look at the shortcomings and hypocrisies of communism with some fine humor.
  8. 43
    Persepolis II: The Story of a Return de Marjane Satrapi (weener)
    weener: A good real-life example of what a repressive government can do.
  9. 10
    Beasts of England de Adam Biles (Usuário anônimo)
    Usuário anônimo: A sequel to Animal Farm.
  10. 10
    Fifteen Dogs: An Apologue de André Alexis (vancouverdeb)
    vancouverdeb: Both books use animals to illustrate human shortcomings and a base nature, animals gain human consciousness,both are allegories , and dystopian novels.
  11. 21
    Snowball's Chance de John Reed (infiniteletters)
  12. 21
    The Descendants of Cain (UNESCO Collection of Representative Works: European) de Sun-Won Hwang (CGlanovsky)
    CGlanovsky: Portrait of the mechanics and effect of Soviet-style communist takeover.
  13. 11
    Feed de M. T. Anderson (SqueakyChu)
  14. 22
    Utopian Tales From Weimar de Jack Zipes (aulsmith)
    aulsmith: Some of the stories in this anthology are earlier allegories with animals forming governments. The politics is just as sharp as Orwell's.
  15. 00
    The Master and Margarita de Mikhail Bulgakov (Cecrow)
  16. 44
    The Road to Serfdom de F. A. Hayek (sirparsifal)
  17. 01
    Mort(e) de Robert Repino (ShelfMonkey)
  18. 02
    The Chocolate War de Robert Cormier (kaledrina)
  19. 36
    Utopia de Thomas More (luzestrella)
    luzestrella: marvelous!! definitively worth reading
  20. 06
    Bullshit Jobs: A Theory de David Graeber (Usuário anônimo)
    Usuário anônimo: Perspectives on labour.

(ver todas 23 recomendações)

1940s (1)
Read (32)
2014 (3)
Daria (3)
BitLife (12)
scav (47)
Carregando...

Registre-se no LibraryThing tpara descobrir se gostará deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

» Veja também 1159 menções

Inglês (819)  Espanhol (23)  Francês (6)  Italiano (6)  Português (Brasil) (5)  Português (5)  Holandês (5)  Português (Portugal) (3)  Hebraico (2)  Sueco (2)  Grego (1)  Esperanto (1)  Húngaro (1)  Alemão (1)  Finlandês (1)  Norueguês (1)  Todos os idiomas (882)
Exibindo 5 de 5
Relançado pela Troia Editora, A Revolução dos Bichos (1945), de George Orwell (1903-1950), sátira ao comunismo soviético do século XX, retrata o arbítrio e a desigualdade que imperam nos regimes de exceção. A história se passa na Fazenda do Solar, de seu despótico proprietário, Jones, que explora e maltrata os animais. Revoltados, os bichos se unem e expulsam o dono e assumem a gestão da fazenda, agora com o nome de Fazenda dos Bichos, sob a liderança de dois porcos rivais, Napoleão (representando Stalin) e Bola de Neve (Trótski). São editados os Sete Mandamentos da fazenda, que pregam igualdade entre os animais, mas aos poucos eles foram adulterados até serem praticamente abolidos “Os leitores modernos passaram a ver o livro de Orwell como um poderoso ataque a qualquer poder político, retórico ou militar que busca controlar os seres humanos por meio de mecanismos cruéis e injustos”, afirma o tradutor Claudio Blanc. Ele enriquece a nova edição brasileira com prefácio e notas substanciosas e didáticas, contextualizando a novela de Orwell, e uma cronologia da vida do escritor e dos principais acontecimentos no mundo e no Brasil, de 1903 a 1950. Essa nova edição tem moderno, original e arrojado projeto gráfico de Alan Maia e ilustrações de Nelson Provazi e ainda contém um extenso caderno de fotos... Segundo a revista Time, A Revolução dos Bichos é uma das mais importantes obras da língua inglesa de todos os tempos. ( )
  Naves3516 | Apr 22, 2024 |
Verdadeiro clássico moderno, concebido por um dos mais influentes escritores do século XX, A revolução dos bichos é uma fábula sobre o poder. Narra a insurreição dos animais de uma granja contra seus donos. Progressivamente, porém, a revolução degenera numa tirania ainda mais opressiva que a dos humanos.
Escrita em plena Segunda Guerra Mundial e publicada em 1945 depois de ter sido rejeitada por várias editoras, essa pequena narrativa causou desconforto ao satirizar ferozmente a ditadura stalinista numa época em que os soviéticos ainda eram aliados do Ocidente na luta contra o eixo nazifascista.
De fato, são claras as referências: o despótico Napoleão seria Stálin, o banido Bola-de-Neve seria Trotsky, e os eventos políticos - expurgos, instituição de um estado policial, deturpação tendenciosa da História - mimetizam os que estavam em curso na União Soviética.
Com o acirramento da Guerra Fria, as mesmas razões que causaram constrangimento na época de sua publicação levaram A revolução dos bichos a ser amplamente usada pelo Ocidente nas décadas seguintes como arma ideológica contra o comunismo. O próprio Orwell, adepto do socialismo e inimigo de qualquer forma de manipulação política, sentiu-se incomodado com a utilização de sua fábula como panfleto.
Depois das profundas transformações políticas que mudaram a fisionomia do planeta nas últimas décadas, a pequena obra-prima de Orwell pode ser vista sem o viés ideológico reducionista. Mais de sessenta anos depois de escrita, ela mantém o viço e o brilho de uma alegoria perene sobre as fraquezas humanas que levam à corrosão dos grandes projetos de revolução política. É irônico que o escritor, para fazer esse retrato cruel da humanidade, tenha recorrido aos animais como personagens. De certo modo, a inteligência política que humaniza seus bichos é a mesma que animaliza os homens.
Escrito com perfeito domínio da narrativa, atenção às minúcias e extraordinária capacidade de criação de personagens e situações, A revolução dos bichos combina de maneira feliz duas ricas tradições literárias: a das fábulas morais, que remontam a Esopo, e a da sátira política, que teve talvez em Jonathan Swift seu representante máximo.
"A melhor sátira já escrita sobre a face negra da história moderna." - Malcolm Bradbury
"Um livro para todos os tipos de leitor, seu brilho ainda intacto depois de sessenta anos." - Ruth Rendell
  FranklinJRibeiro | Jan 13, 2023 |
ALL ANIMALS ARE EQUAL BUT SOME ANIMALS ARE MORE EQUAL THAN OTHERS.
When the animals take over the farm, they think it is the start of a better life. Their dream is of a world where all animals are equal and all property is shared.
Animal Farm is one of the classic stories of modern English fiction and is a powerful study of the use and abuse of political power.
  AlbertLeonhardGieg | Oct 14, 2022 |
Revolução dos Bichos faz analogia ao regime político ocorrido na União Soviética.
Sátira política na qual os animais se encarnam as fraquezas humanas que levam à corrosão dos ideais igualitários e sua
transformação e tirania.
  Sonia_Silva | Dec 12, 2020 |
Uma sátira; os bichos de uma fazenda se revoltam contra os homens e implantam uma revolução socialista; crítica implícita ao comunismo; uma fábula sobre a face negra da história moderna. ( )
  EdgarSchulze | Nov 2, 2013 |
Exibindo 5 de 5
This book was one of the most informative books of my life. According to its story and the characters in it, this book also shows the lives of people. When the animals revolutionized and freed themselves from the confinement of humans, their union surprised the surrounding animals and made them all very happy. But with the passage of time and the selfishness of the pigs, little by little there was a gap between the members and they had differences. By breaking the rules of the farm and changing these rules to their advantage, the pigs reduced the unity among the animals so that they only thought of themselves. Pigs in this story are a symbol of selfish people who don't care about others and only think about their own progress, think they are better than others and don't care about them. On the other hand, the farm horse, which is a hard-working animal, did his best to move towards the development of the farm, and lost his life in this way. The other animals, who were not aware, needed to be guided by someone who knew, but the pigs, who were their leaders, selfishly left the other animals in ignorance and thought of their own interests. These animals are the symbol of all the oppressed people who are waiting in this world with the hope of a knowledgeable leader, but they don't find thoughtful leaders, they are just deceived. According to the general trend of the story, it can be concluded that no matter who and how he came to power or what his past was like, every person who comes to power becomes greedy and becomes very selfish. He tries to take steps towards his own interests. But according to the personality of people, some of them also pay attention to other people, but others, regardless of other people, only aim for their own progress and do everything to achieve this goal. For example, two farm pigs who acted as the farm's leader get into trouble with each other due to their personal interests and end up destroying each other. This shows how much status and dignity can affect people in such a way that they forget even their friend. But the end of these people is never good, just as they forget others, the people around them also forget them and their lives become meaningless. As a result, entrusting power to a few people who are not from the people and only care about their own interests, causes harm to the society, therefore, special attention should be paid to the selection of the leader and never hand over the authority completely to anyone.
adicionado por Fatemeh_Fallah. | editarIran,Tehran, Fatemeh Fallah (Web site pago) (Jun 25, 2024)
 

» Adicionar outros autores (56 possíveis)

Nome do autorFunçãoTipo de autorObra?Status
Orwell, Georgeautor principaltodas as ediçõesconfirmado
Abella, RafaelTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Baker, RussellPrefácioautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Batchelor, JoyIlustradorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Blake, QuentinIlustradorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Bradbury, MalcolmIntroduçãoautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Bulla, GuidoTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Cosham, RalphNarradorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Cotton, TomTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Crick, BernardIntroduçãoautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Crick, BernardContribuinteautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Davison, Peter HobleyPrefácioautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Gueillet, SuzonIlustradorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Halas, JohnIlustradorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Heuvelmans, TonPosfácioautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
HOLTSCH, HeikeTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Low, JosephArtista da capaautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Miro, JoanArtista da capaautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Muggeridge, MalcolmIntroduçãoautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Pekkanen, PanuTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Quéval, JeanTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Rayyan, OmarArtista da capaautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Reher, LotharDesigner da capaautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Ross, AnthonyTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Scarpi, N.O.Tradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Steadman, RalphIlustradorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Sutton, HumphreyCover photographautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Szíjgyártó, LászlóTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Tasso, BrunoTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Tournaire, J.-P.Editorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Tucker, GeraldTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Wahlén, JanTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Walter, MichaelTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Woodhouse, C. M.Introduçãoautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado

Está contido em

Tem a sequência (não seriada)

Tem a adaptação

É resumida em

É parodiada em

Inspirado

Tem como estudo

Tem um comentário sobre o texto

Tem um guia de estudo para estudantes

Guia para Professores e Ensino

Prêmios

Distinctions

Notable Lists

Você deve entrar para editar os dados de Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Compartilhado.
Título canônico
Título original
Títulos alternativos
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Lugares importantes
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Eventos importantes
Filmes relacionados
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Epígrafe
Dedicatória
Primeiras palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Mr. Jones, of the Manor Farm, had locked the hen-houses for the night, but was too drunk to remember to shut the popholes.
Citações
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
For once Benjamin consented to break his rule, and he read out to her what was written on the wall. There was nothing there now except a single Commandment. It ran:
ALL ANIMALS ARE EQUAL
BUT SOME ANIMALS ARE MORE EQUAL THAN OTHERS
Tha a h-uile creutair co-ionann ach tha cuid a chreutairean nas co-ionannaiche na cuid eile.
These people don't see that if you encourage totalitarian methods, the time may come when they will be used against you instead of for you. [from preface]
Make a habit of imprisoning Fascists without trial, and perhaps the process won't stop at Fascists. [from preface]
To exchange one orthodoxy for another is not necessarily an advance. [from preface]
Últimas palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
(Clique para mostrar. Atenção: Pode conter revelações sobre o enredo.)
(Clique para mostrar. Atenção: Pode conter revelações sobre o enredo.)
Aviso de desambiguação
Editores da Publicação
Autores Resenhistas (normalmente na contracapa do livro)
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Idioma original
CDD/MDS canônico
LCC Canônico
Classic Literature. Fiction. HTML:

George Orwell's classic satire of the Russian Revolution has become an intimate part of our contemporary culture, with its treatment of democratic, fascist, and socialist ideals through an animal fable. The animals of Mr. Jones' Manor Farm are overworked, mistreated, and desperately seeking a reprieve. In their quest to create an idyllic society where justice and equality reign, the animals of Manor Farm revolt against their human rulers, establishing the democratic Animal Farm under the credo, "All Animals Are Created Equal." Out of their cleverness, the pigsNapoleon, Squealer, and Snowballemerge as leaders of the new community. In a development of insidious familiarity, the pigs begin to assume ever greater amounts of power, while other animals, especially the faithful horse Boxer, assume more of the work. The climax of the story is the brutal betrayal of Boxer, when totalitarian rule is reestablished with the bloodstained postscript to the founding slogan: "But Some Animals Are More Equal than Others."

This astonishing allegory, one of the most scathing satires in literary history, remains as fresh and relevant as the day it was published.

.

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo em haiku

Current Discussions

Nenhum(a)

Capas populares

Links rápidos

Avaliação

Média: (4)
0.5 17
1 215
1.5 42
2 782
2.5 133
3 3279
3.5 543
4 6529
4.5 682
5 5713

É você?

Torne-se um autor do LibraryThing.

 

Sobre | Contato | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blog | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Históricas | Os primeiros revisores | Conhecimento Comum | 208,872,358 livros! | Barra superior: Sempre visível