Página inicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Pesquise No Site
Este site usa cookies para fornecer nossos serviços, melhorar o desempenho, para análises e (se não estiver conectado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing, você reconhece que leu e entendeu nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade . Seu uso do site e dos serviços está sujeito a essas políticas e termos.
Hide this

Resultados do Google Livros

Clique em uma foto para ir ao Google Livros

The Dancer at the Gai-Moulin (Inspector…
Carregando...

The Dancer at the Gai-Moulin (Inspector Maigret) (edição: 2015)

de Georges Simenon (Autor), Sian Reynolds (Tradutor)

MembrosResenhasPopularidadeAvaliação médiaMenções
3781452,454 (3.49)16
It's closing time at the Gai Moulin, and Jean Chabot and Rene Delfrosse are planning to rob the till to pay of their debts. To their surprise, they stumble upon a dead body. What at first seems to the police an open and shut case proves more complicated when the body turns up next at the zoo, stuffed into a wicker basket. Into the puzzlement steps Maigret, who makes one of the most dramatic and colorful entrances of his career as he sorts out the tangled web of deceit. Maigret is a registered trademark of the Estate of Georges Simenon.… (mais)
Membro:laujhil
Título:The Dancer at the Gai-Moulin (Inspector Maigret)
Autores:Georges Simenon (Autor)
Outros autores:Sian Reynolds (Tradutor)
Informação:Penguin Books (2015), Edition: paperback / softback, 160 pages
Coleções:Sua biblioteca
Avaliação:
Etiquetas:Nenhum(a)

Detalhes da Obra

The Dancer at the Gai-Moulin de Georges Simenon

Carregando...

Registre-se no LibraryThing tpara descobrir se gostará deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

» Veja também 16 menções

Inglês (10)  Francês (1)  Alemão (1)  Dinamarquês (1)  Italiano (1)  Todos os idiomas (14)
Mostrando 1-5 de 14 (seguinte | mostrar todas)
Formulaic and frequently jaringly misogynistic. ( )
  mjhunt | Jan 22, 2021 |
meh ( )
  ffortsa | Apr 12, 2019 |
Simenon returns Maigret to his the author's hometown for a second time in the series, this time for the whole novel!

***Spoiler***

I thought the idea that Maigret isn't identified until more than halfway through the novel (even though anyone who has read any Maigret knew who he was much earlier) was interesting. However, The idea that Maigret MOVED THE BODY after he discovered it just to potentially confuse the murderer? Seems awfully far-fetched to me, even for 1931. Yet, the scene when they all go to the club and wait to see who shows up, etc, is paced so well, real edge of your seat writing. ( )
  BooksForDinner | Sep 25, 2017 |
MAIGRET AT THE GAI-MOULIN (Dancer at the Gai-Moulin) (Maigret #10, 1940) by Georges Simenon, depicts two teens falling into trouble at the seedy nightclub Gai-Moulin. They plan to rob the till after closing time but that goes out the window when they stumble across a dead body in the club. But the next day the body is found stuffed in a lidded wicker basket at the zoo. The dead man was a rich playboy, there is no police search at the club, and the boys are shocked.
This is a classic mystery with almost no leads for the local police to follow, no suspects, not even a crime scene. And there is a large, mysterious stranger who might be the killer, but no one can find him.
In a twist on most detective stories, Maigret doesn't appear until well into the second third of the book. We know he is going to solve the case, but being in jail himself makes that more difficult than usual.
Simenon has created an enduring character and threaded him into a massive series of puzzles, any one of which is a worth while read, entertaining as all heck, and puzzling to the end. This is not the best but is still a great throwback read. ( )
  TomDonaghey | Aug 19, 2017 |
Con questo romanzo Maigret arriva in doppia cifra e così il suo autore decide di variare la ricetta: se il quadro d’insieme resta simile nel suo unire ipocrisie e piccole avidità, la struttura al contrario cambia. Il commissario entra in scena solo a metà dello percorso, mentre nei capitoli precedenti è un’ombra che compare e ricompare, assai più minacciosa che rassicurante, contribuendo a minare il sistema nervoso dei protagonisti. Che, in un ingranaggio abbastanza corale, sono soprattutto i due adolescenti sulla strada del vizio, l’appartenente all’alta borghesia che trascina il figlio della piccola in una visione forse stereotipata che però va a stemperarsi in un inconsueto gioco di barbe finte le cui esistenze sono in qualche modo vicine a quelle dei mediocri impiegati dello spionaggio descritti da Le Carrè. L’ambientazione in un night di quart’ordine è prettamente simenoniana, per non parlare dell’appartamento della ballerina/prostituta di cui al titolo (meno bella ma somigliante alla sua omonima de ‘All’Insegna di terranova’) e delle scene che vi si svolgono, ma la commistione di atmosfere contribuisce a dare alla vicenda un inconfondibile tocco noir che mette in secondo piano l’investigazione vera e propria, peraltro costruita con mano brillante. Non è una novità, invece, che Maigret vada in trasferta: la storia è ambientata a Liegi, dove già avveniva lo scioglimento de ‘L'impiccato di Saint-Pholien’, e l’impressione è che, ancora una volta utilizzando elementi autobiografici, la circostanza serva allo scrittore per regolare alcuni conto in sospeso con la poco amata patria prima di trasferirsi definitivamente in Francia. La città è descritta difatti come avvolta da un manto di irrimediabile provincialismo che non risparmia polizia e poliziotti, tanto che Maigret pare divertirsi a mettere in difficoltà l’ispettore che lo ospita (o, per meglio dire, di cui usurpa il ruolo) e i suoi storditi sottoposti (per non accennare alla pesante caratterizzazione riservata al petulante poliziotto che vuole piazzare le sue pipe sottocosto). ( )
  catcarlo | Feb 16, 2017 |
Mostrando 1-5 de 14 (seguinte | mostrar todas)
sem resenhas | adicionar uma resenha

» Adicionar outros autores (26 possíveis)

Nome do autorFunçãoTipo de autorObra?Status
Simenon, Georgesautor principaltodas as ediçõesconfirmado
Bruna, DickDesigner da capaautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Cañameras, F.Tradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Giotti, P.N.Tradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Reynolds, SiânTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Tlarig, M.Artista da capaautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Você deve entrar para editar os dados de Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Compartilhado.
Título canônico
Informação do Conhecimento Comum em Italiano. Edite para a localizar na sua língua.
Título original
Títulos alternativos
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Informação do Conhecimento Comum em Italiano. Edite para a localizar na sua língua.
Lugares importantes
Informação do Conhecimento Comum em Italiano. Edite para a localizar na sua língua.
Eventos importantes
Filmes relacionados
Informação do Conhecimento Comum em Italiano. Edite para a localizar na sua língua.
Premiações
Epígrafe
Dedicatória
Primeiras palavras
Informação do Conhecimento Comum em Holandês. Edite para a localizar na sua língua.
'Wie is dat?'
Citações
Últimas palavras
Informação do Conhecimento Comum em Holandês. Edite para a localizar na sua língua.
(Clique para mostrar. Atenção: Pode conter revelações sobre o enredo.)
Aviso de desambiguação
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
In the French original, La danseuse du "Gai-Moulin" (1931)

Variously published in English as:
(i) "At the 'Gai-Moulin'," in Maigret Abroad (1940), and with "A Battle of Nerves" (1950); and
(ii) Maigret at the Gai-Moulin (1991).
Editores da Publicação
Autores Resenhistas (normalmente na contracapa do livro)
Idioma original
Informação do Conhecimento Comum em Italiano. Edite para a localizar na sua língua.
CDD/MDS canônico
Canonical LCC

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês

Nenhum(a)

It's closing time at the Gai Moulin, and Jean Chabot and Rene Delfrosse are planning to rob the till to pay of their debts. To their surprise, they stumble upon a dead body. What at first seems to the police an open and shut case proves more complicated when the body turns up next at the zoo, stuffed into a wicker basket. Into the puzzlement steps Maigret, who makes one of the most dramatic and colorful entrances of his career as he sorts out the tangled web of deceit. Maigret is a registered trademark of the Estate of Georges Simenon.

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo em haiku

Capas populares

Links rápidos

Avaliação

Média: (3.49)
0.5
1 1
1.5
2 6
2.5 2
3 28
3.5 8
4 25
4.5 1
5 9

É você?

Torne-se um autor do LibraryThing.

 

Sobre | Contato | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blog | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Históricas | Os primeiros revisores | Conhecimento Comum | 162,396,904 livros! | Barra superior: Sempre visível