Página inicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Pesquise No Site
Este site usa cookies para fornecer nossos serviços, melhorar o desempenho, para análises e (se não estiver conectado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing, você reconhece que leu e entendeu nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade . Seu uso do site e dos serviços está sujeito a essas políticas e termos.
Hide this

Resultados do Google Livros

Clique em uma foto para ir ao Google Livros

Le tragedie (vol.4)
Carregando...

Le tragedie (vol.4)

MembrosResenhasPopularidadeAvaliação médiaConversas
521400,704 (4.83)Nenhum(a)
Membro:stavma
Título:Le tragedie (vol.4)
Autores:
Informação:
Coleções:Sua biblioteca
Avaliação:
Etiquetas:Nenhum(a)

Detalhes da Obra

4 Plays: King Lear; Macbeth; Othello; Romeo and Juliet de William Shakespeare

Nenhum(a)
Carregando...

Registre-se no LibraryThing tpara descobrir se gostará deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

Il teatro non è mai stato una delle mie letture preferite. Un testo scritto esplicitamente per la recitazione risulta a volte poco coinvolgente quando viene letto, dato che l’azione e la riflessione vengono sempre ‘coperte’ dal dialogo. Inoltre, le rappresentazioni già viste delle stesse opere finiscono per incidere sull’immaginario del lettore ben più di quanto faccia un film tratto da un romanzo. Però, a furia di rimandare,, al Bardo non si poteva più dire di no e, neanche a dirlo, ne valeva ampiamente la pena. Il volume – un Meridiano comprato in offerta in edicola a 2,90 – contiene quattro tragedie: “Romeo e Giulietta”, “Otello”, “Re Lear” e “Macbeth”: oltre mille pagine, con testo a fronte, di passione e di morte che avvincono dalla prima all’ultima riga. Non scopro certo io la grande capacità dell’autore di scandagliare l’animo umano e di costruire storie profondamente rivelatrici pur rispettando l’esigenza di tener desto l’interesse dello spettatore, impresa che ai suoi tempi era anche più difficile di ora. Delle quattro, “Re Lear” pare essere quella che più patisce la pagina scritta – forse per i numerosi personaggi, forse per la varietà della ambientazioni – mentre la mia preferenza va ad “Otello”: innanzitutto per la figura di Iago e poi per l’incredibile potenza dell’ultimo atto. Come avrebbe detto un altro poeta non da poco: se non piangi, di che pianger suoli? ( )
  catcarlo | Oct 8, 2014 |
sem resenhas | adicionar uma resenha

» Adicionar outros autores

Nome do autorFunçãoTipo de autorObra?Status
William Shakespeareautor principaltodas as ediçõescalculado
Melchiori, GiorgioEditorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Você deve entrar para editar os dados de Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Compartilhado.
Título canônico
Informação do Conhecimento Comum em Italiano. Edite para a localizar na sua língua.
Título original
Títulos alternativos
Informação do Conhecimento Comum em Italiano. Edite para a localizar na sua língua.
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Lugares importantes
Eventos importantes
Filmes relacionados
Premiações
Epígrafe
Dedicatória
Primeiras palavras
Citações
Últimas palavras
Aviso de desambiguação
Editores da Publicação
Autores Resenhistas (normalmente na contracapa do livro)
Idioma original
CDD/MDS canônico
Canonical LCC

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês

Nenhum(a)

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo em haiku

Capas populares

Links rápidos

Avaliação

Média: (4.83)
0.5
1
1.5
2
2.5
3
3.5
4 1
4.5
5 5

É você?

Torne-se um autor do LibraryThing.

 

Sobre | Contato | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blog | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Históricas | Os primeiros revisores | Conhecimento Comum | 163,225,851 livros! | Barra superior: Sempre visível