Página inicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Este site usa cookies para fornecer nossos serviços, melhorar o desempenho, para análises e (se não estiver conectado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing, você reconhece que leu e entendeu nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade . Seu uso do site e dos serviços está sujeito a essas políticas e termos.
Hide this

Resultados do Google Livros

Clique em uma foto para ir ao Google Livros

Disaster Writing: The Cultural Politics of…
Carregando...

Disaster Writing: The Cultural Politics of Catastrophe in Latin America… (edição: 2011)

de Mark D. Anderson

MembrosResenhasPopularidadeAvaliação médiaConversas
9Nenhum(a)1,579,942 (4)Nenhum(a)
In the aftermath of disaster, literary and other cultural representations of the event can play a role in the renegotiation of political power. In Disaster Writing, Mark D. Anderson analyzes four natural disasters in Latin America that acquired national significance and symbolism through literary mediation: the 1930 cyclone in the Dominican Republic, volcanic eruptions in Central America, the 1985 earthquake in Mexico City, and recurring drought in northeastern Brazil. Taking a comparative and interdisciplinary approach to the disaster narratives, Anderson explores concepts such as the social construction of risk, landscape as political and cultural geography, vulnerability as the convergence of natural hazard and social marginalization, and the cultural mediation of trauma and loss. He shows how the political and historical contexts suggest a systematic link between natural disaster and cultural politics.… (mais)
Membro:uvapress
Título:Disaster Writing: The Cultural Politics of Catastrophe in Latin America (New World Studies)
Autores:Mark D. Anderson
Informação:University of Virginia Press (2011), Kindle Edition, 256 pages
Coleções:Sua biblioteca
Avaliação:
Etiquetas:Nenhum(a)

Detalhes da Obra

Disaster Writing: The Cultural Politics of Catastrophe in Latin America (New World Studies) de Mark D. Anderson

Nenhum(a).

Nenhum(a)
Carregando...

Registre-se no LibraryThing tpara descobrir se gostará deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

Sem resenhas
sem resenhas | adicionar uma resenha
Você deve entrar para editar os dados de Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Compartilhado.
Título canônico
Título original
Títulos alternativos
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Lugares importantes
Eventos importantes
Filmes relacionados
Premiações
Epígrafe
Dedicatória
Primeiras palavras
Citações
Últimas palavras
Aviso de desambiguação
Editores da Publicação
Autores Resenhistas (normalmente na contracapa do livro)
Idioma original
CDD/MDS canônico

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês

Nenhum(a)

In the aftermath of disaster, literary and other cultural representations of the event can play a role in the renegotiation of political power. In Disaster Writing, Mark D. Anderson analyzes four natural disasters in Latin America that acquired national significance and symbolism through literary mediation: the 1930 cyclone in the Dominican Republic, volcanic eruptions in Central America, the 1985 earthquake in Mexico City, and recurring drought in northeastern Brazil. Taking a comparative and interdisciplinary approach to the disaster narratives, Anderson explores concepts such as the social construction of risk, landscape as political and cultural geography, vulnerability as the convergence of natural hazard and social marginalization, and the cultural mediation of trauma and loss. He shows how the political and historical contexts suggest a systematic link between natural disaster and cultural politics.

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo em haiku

Links rápidos

Capas populares

Avaliação

Média: (4)
0.5
1
1.5
2
2.5
3
3.5
4 1
4.5
5

É você?

Torne-se um autor do LibraryThing.

 

Sobre | Contato | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blog | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Históricas | Os primeiros revisores | Conhecimento Comum | 155,809,451 livros! | Barra superior: Sempre visível