Página inicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Pesquise No Site
Este site usa cookies para fornecer nossos serviços, melhorar o desempenho, para análises e (se não estiver conectado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing, você reconhece que leu e entendeu nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade . Seu uso do site e dos serviços está sujeito a essas políticas e termos.

Resultados do Google Livros

Clique em uma foto para ir ao Google Livros

Carregando...

Rosencrantz and Guildenstern Are Dead (1966)

de Tom Stoppard

Outros autores: Veja a seção outros autores.

MembrosResenhasPopularidadeAvaliação médiaMenções
7,998901,090 (4.18)195
Drama. Fiction. HTML:

Acclaimed as a modern dramatic masterpiece, Rosencrantz & Guildenstern are Dead is the fabulously inventive tale of Hamlet as told from the worm's-eve view of the bewildered Rosencrantz and Guildenstern, two minor characters in Shakespeare's play. In Tom Stoppard's best-known work, this Shakespearean Laurel and Hardy finally get a chance to take the lead role, but do so in a world where echoes of Waiting for Godot resound, where reality and illusion intermix, and where fate leads our two heroes to a tragic but inevitable end.
Tom Stoppard was catapulted into the front ranks of modem playwrights overnight when Rosencrantz and Guildenstern Are Dead opened in London in 1967. Its subsequent run in New York brought it the same enthusiastic acclaim, and the play has since been performed numerous times in the major theatrical centers of the world. It has won top honors for play and playwright in a poll of London Theater critics, and in its printed form it was chosen one of the ??Notable Books of 1967" by the American Library Association.… (mais)

  1. 131
    Hamlet de William Shakespeare (guyalice, kxlly)
    guyalice: Reasons should be obvious
  2. 100
    Waiting for Godot: A Tragicomedy in Two Acts de Samuel Beckett (guyalice)
    guyalice: Stoppard's play's been called "Waiting for Hamlet," as both are existentialist plays featuring a pair of clueless (yet tragic) idiots.
  3. 21
    The Reduced Shakespeare Co. presentsThe Compleat Works of Wllm Shkspr de Adam Long (meggyweg)
  4. 10
    The Real Inspector Hound de Tom Stoppard (palaephata)
  5. 00
    The Persecution and Assassination of Jean-Paul Marat as Performed by the Inmates of the Asylum of Charenton Under the Direction of the Marquis de Sade de Peter Weiss (CGlanovsky)
    CGlanovsky: Plays about plays with absurdist humor
  6. 00
    Our Town de Thornton Wilder (CGlanovsky)
    CGlanovsky: Both (in vastly different tones) play with the awareness that the events are part of a play
Carregando...

Registre-se no LibraryThing tpara descobrir se gostará deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

» Veja também 195 menções

Rosencrantz & Guildenstern Are Dead - meta-teatro por excelência - o teatro sobre o próprio teatro - é uma de minhas peças favoritas. Segue dois personagens irrelevantes de Hamlet (irrelevantes porque, embora servissem a um propósito significativo, não eram desenvolvidos em profundidade por Shakespeare) como indivíduos. Os personagens tropeçam em seu caminho através do filme, sem saber das consequências de suas ações ou de seu significado ou importância. É um texto sobre dois personagens que desconhecem por completo a magnitude dos acontecimentos que os rodeiam. Isso também é evidenciado em suas descobertas acidentais de descobertas científicas históricas significativas (como o conceito de gravidade). A peça também aborda o conceito de destino predeterminado. O destino de Rosencrantz e Guildenstern já está determinado antes de a cortina se abrir. E embora desempenhem um papel importante em uma das maiores histórias já contadas, eles desconhecem completamente seu destino; são meras vítimas das circunstâncias. ( )
  jgcorrea | Nov 6, 2020 |
This is a most remarkable play. Very funny. Very brilliant. Very chilling.
adicionado por keeper3014 | editarThe New York Times
 
Rosencrantz & Guildenstern are Dead [is] verbally dazzling...the most exciting, witty intellectual treat imaginable.
adicionado por keeper3014 | editarThe New Yorker, Edith Oliver
 

» Adicionar outros autores (8 possíveis)

Nome do autorFunçãoTipo de autorObra?Status
Stoppard, Tomautor principaltodas as ediçõesconfirmado
Popkin, HenryEditorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Você deve entrar para editar os dados de Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Compartilhado.
Título canônico
Título original
Títulos alternativos
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Lugares importantes
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Eventos importantes
Filmes relacionados
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Epígrafe
Dedicatória
Primeiras palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Two ELIZABETHANS passing the time in a place without any visible character.
Citações
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Fear! The crack that might flood your brain with light!
I'm demonstrating the misuse of free speech. To prove that it exists.
We are tied down to a language which makes up in obscurity what it lacks in style.
Últimas palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
(Clique para mostrar. Atenção: Pode conter revelações sobre o enredo.)
Aviso de desambiguação
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
This is the play. Please do not combine with the movie or the screenplay for the movie.
Editores da Publicação
Autores Resenhistas (normalmente na contracapa do livro)
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Idioma original
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
CDD/MDS canônico
LCC Canônico

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês

Nenhum(a)

Drama. Fiction. HTML:

Acclaimed as a modern dramatic masterpiece, Rosencrantz & Guildenstern are Dead is the fabulously inventive tale of Hamlet as told from the worm's-eve view of the bewildered Rosencrantz and Guildenstern, two minor characters in Shakespeare's play. In Tom Stoppard's best-known work, this Shakespearean Laurel and Hardy finally get a chance to take the lead role, but do so in a world where echoes of Waiting for Godot resound, where reality and illusion intermix, and where fate leads our two heroes to a tragic but inevitable end.
Tom Stoppard was catapulted into the front ranks of modem playwrights overnight when Rosencrantz and Guildenstern Are Dead opened in London in 1967. Its subsequent run in New York brought it the same enthusiastic acclaim, and the play has since been performed numerous times in the major theatrical centers of the world. It has won top honors for play and playwright in a poll of London Theater critics, and in its printed form it was chosen one of the ??Notable Books of 1967" by the American Library Association.

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo em haiku

Current Discussions

Nenhum(a)

Capas populares

Links rápidos

Avaliação

Média: (4.18)
0.5 2
1 24
1.5 3
2 43
2.5 17
3 245
3.5 61
4 528
4.5 82
5 741

É você?

Torne-se um autor do LibraryThing.

 

Sobre | Contato | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blog | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Históricas | Os primeiros revisores | Conhecimento Comum | 204,634,034 livros! | Barra superior: Sempre visível