Página inicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Pesquise No Site
Este site usa cookies para fornecer nossos serviços, melhorar o desempenho, para análises e (se não estiver conectado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing, você reconhece que leu e entendeu nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade . Seu uso do site e dos serviços está sujeito a essas políticas e termos.

Resultados do Google Livros

Clique em uma foto para ir ao Google Livros

Carregando...

Wild: From Lost to Found on the Pacific Crest Trail

de Cheryl Strayed

Outros autores: Veja a seção outros autores.

MembrosResenhasPopularidadeAvaliação médiaMenções
8,803519955 (3.89)416
A powerful, blazingly honest, inspiring memoir: the story of a 1,100 mile solo hike that broke down a young woman reeling from catastrophe--and built her back up again.
  1. 110
    A Walk in the Woods: Rediscovering America on the Appalachian Trail de Bill Bryson (ominogue)
  2. 20
    Into the Wild de Jon Krakauer (sturlington)
  3. 00
    The Cactus Eaters: How I Lost My Mind - and Almost Found Myself - on the Pacific Crest Trail (P.S.) de Dan White (clif_hiker)
  4. 00
    Becoming Odyssa: Adventures on the Appalachian Trail de Jennifer Pharr Davis (booklove2)
    booklove2: A very memorable account of a young woman hiking the Appalachian Trail by herself! Inspiring!
  5. 00
    Almost Somewhere: Twenty-Eight Days on the John Muir Trail de Suzanne Roberts (Alphawoman)
  6. 00
    Eat, Sleep, Ride: How I Braved Bears, Badlands, and Big Breakfasts in My Quest to Cycle the Tour Divide de Paul Howard (sboyte)
    sboyte: Human-powered journeys through the mountains of North America.
  7. 00
    The Pacific Crest Trail de William R. Gray (jpjr)
  8. 00
    The trail north : a solo journey on the Pacific Crest de Hawk Greenway (jpjr)
  9. 00
    Rough Magic: Riding the World's Loneliest Horse Race de Lara Prior-Palmer (terran)
    terran: Both women are unprepared for the grueling experience upon which they embark
  10. 28
    Eat, Pray, Love de Elizabeth Gilbert (Darcie2013)
    Darcie2013: Like Eat, Pray, Love, Wild is about a woman who has gone through life-changing events and has realized she no longer knows who she is. In both books, the author decides that through travel she may find herself.
Carregando...

Registre-se no LibraryThing tpara descobrir se gostará deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

» Veja também 416 menções

Inglês (508)  Alemão (3)  Francês (2)  Italiano (2)  Espanhol (1)  Português (Brasil) (1)  Holandês (1)  Todos os idiomas (518)
Aos 22 anos, Cheryl Strayed achou que tivesse perdido tudo. Após a repentina morte da mãe, a família se distanciou e seu casamento desmoronou. Quatro anos depois, sem nada a perder, tomou a decisão mais impulsiva da vida: caminhar sozinha cerca de 1.770 quilômetros pela costa oeste dos Estados Unidos, do deserto de Mojave, no sul da Califórnia, atravessando Oregon até o estado de Washington. Cheryl não tinha experiência em caminhadas de longa distância e a trilha era pouco mais que uma linha num mapa. Mas guardava uma promessa - a promessa de juntar os pedaços de uma vida em ruínas. O relato de Cheryl captura a agonia, tanto física quanto mental, de sua incrível jornada; como a enlouqueceu e assustou e, principalmente, como a fortaleceu. Livre é uma história de sobrevivência e redenção, um retrato pungente do que a vida tem de pior e de melhor. ( )
  PAGomes | May 23, 2019 |
It’s not very manly, the topic of weeping while reading. Yet for a book critic tears are an occupational hazard. Luckily, perhaps, books don’t make me cry very often — I’m a thrice-a-year man, at best. Turning pages, I’m practically Steve McQueen.

Cheryl Strayed’s new memoir, “Wild: From Lost to Found on the Pacific Crest Trail,” however, pretty much obliterated me. I was reduced, during her book’s final third, to puddle-eyed cretinism. I like to read in coffee shops, and I began to receive concerned glances from matronly women, the kind of looks that said, “Oh, honey.” It was a humiliation.

To mention all this does Ms. Strayed a bit of a disservice, because there’s nothing cloying about “Wild.” It’s uplifting, but not in the way of many memoirs, where the uplift makes you feel that you’re committing mental suicide. This book is as loose and sexy and dark as an early Lucinda Williams song. It’s got a punk spirit and makes an earthy and American sound.
adicionado por Shortride | editarThe New York Times, Dwight Garner (Mar 28, 2012)
 
A candid, inspiring narrative of the author’s brutal physical and psychological journey through a wilderness of despair to a renewed sense of self.
adicionado por sturlington | editarKirkus Reviews (Dec 19, 2011)
 

» Adicionar outros autores (19 possíveis)

Nome do autorFunçãoTipo de autorObra?Status
Cheryl Strayedautor principaltodas as ediçõescalculado
Dunne, BernadetteNarradorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Guitton, AnneTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Lefkow, LaurelNarradorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Você deve entrar para editar os dados de Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Compartilhado.
Título canônico
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Título original
Títulos alternativos
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Lugares importantes
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Eventos importantes
Filmes relacionados
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Epígrafe
Informação do Conhecimento Comum em Francês. Edite para a localizar na sua língua.
Première partie

The breaking of so great a thing
Should make a greater crack.
La chute d’un si grand homme
aurait dû faire plus de bruit.

William SHAKESPEARE
Antoine et Cléopâtre
Dedicatória
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
For Brian Lindstrom

And for our children, Carver and Bobbi
Primeiras palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
(Prologue) The trees were tall, but I was taller, standing above them on a steep mountain slope in northern California.
My solo three-month hike on the Pacific Crest Trail had many beginnings.
Citações
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
The universe, I'd learned, was never, ever kidding. It would take whatever it wanted and it would never give it back.
Últimas palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Aviso de desambiguação
Editores da Publicação
Autores Resenhistas (normalmente na contracapa do livro)
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Idioma original
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
CDD/MDS canônico
LCC Canônico

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês (2)

A powerful, blazingly honest, inspiring memoir: the story of a 1,100 mile solo hike that broke down a young woman reeling from catastrophe--and built her back up again.

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo em haiku

Autor LibraryThing

Cheryl Strayed é um Autor LibraryThing, um autor que lista a sua biblioteca pessoal na LibraryThing.

página do perfil | página de autor

Current Discussions

Nenhum(a)

Capas populares

Links rápidos

Avaliação

Média: (3.89)
0.5 2
1 47
1.5 1
2 133
2.5 16
3 527
3.5 138
4 1073
4.5 118
5 677

 

Sobre | Contato | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blog | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Históricas | Os primeiros revisores | Conhecimento Comum | 207,113,092 livros! | Barra superior: Sempre visível