Página inicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Pesquise No Site
Este site usa cookies para fornecer nossos serviços, melhorar o desempenho, para análises e (se não estiver conectado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing, você reconhece que leu e entendeu nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade . Seu uso do site e dos serviços está sujeito a essas políticas e termos.

Resultados do Google Livros

Clique em uma foto para ir ao Google Livros

Carregando...

The Dybbuk (1920)

de S. Ansky

Outros autores: Veja a seção outros autores.

MembrosResenhasPopularidadeAvaliação médiaMenções
1391193,832 (3.57)5
The Dybbuk, regarded as the classic drama of the Yiddish stage, has long frightened yet fascinated audiences throughout the world. Based on Jewish folklore, its dark implications of mysterious, other-worldly forces at work in a quaint and simple village make for gripping, suspenseful theater. To the Chassidic Jews of eastern Europe, a dybbuk was not a legend or a myth; rather it remained a constant and portentous possibility. During that age of pervasive mysticism, when rabbis became miracle workers and the sinister arts of the Kabbala were fearsomely invoked, it was never doubted that a discontented spirit from the dead could cross the barrier between the "real" and the "other" worlds to enter a living human body. The Dybbuk is a masterful play, full of deep-rooted obsessions and dramatic suspense, fascinating for the glimpse it provides of the rich, poetic, and often tragic culture of the Chassidim. In this classic translation by Henry Alsberg and Winifred Katzin, the authentic cadences of the original Yiddish are deftly preserved.… (mais)
Carregando...

Registre-se no LibraryThing tpara descobrir se gostará deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

» Veja também 5 menções

Recenzoj
Citaĵo
„ Hebreaj moroj, tradicioj, kredoj kaj eĉ superstiĉoj. La traduko estas tre bona. ”
— 1927, Georges Stroele, Esperanto, 1927, paĝo 162
  Erfgoedbib | May 7, 2023 |
Great art, we know, is universal, but, before it is universal, it has to be thoroughly local, it has to bear the signature of a people and a way of life. The point has been proved by an artist rather close in nearly all respects to Ansky—namely, Chagall. Sholom Aleichem I should judge to be less close, for, unless the English translation has misled me, Ansky's achievement is visual and aural, that is, theatrical, rather than literary. Great theatrical work being even rarer than great writing as such, The Dybbuk is the more welcome on this account...

I've no idea whether Ansky was theologically minded, and I am sure there are experts to tell me that The Dybbuk is not at all a pious play; at the same time there is something in it that is religious in a broader, and perhaps deeper, sense. Ansky makes real to us people whose religious tradition is perhaps the main thing in their lives and, like Chagall, he seems to tell us that we can be happy in the universe even if we are miserable in the world. There is a fine Dickensian mixture, in this Hasidism, of mysticism and jollity.
adicionado por SnootyBaronet | editarNew Republic, Eric Bentley
 

» Adicionar outros autores (14 possíveis)

Nome do autorFunçãoTipo de autorObra?Status
S. Anskyautor principaltodas as ediçõescalculado
Alsberg, Henry G.Tradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Asner, EdwardNarradorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Bienek, HorstEditorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Bienek, HorstTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Gabriel, Gilbert W.Introduçãoautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Hirsch, JohnTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Katzin, WinifredTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Landmann, SalciaTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Weldon, Paul S.Ilustradorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Você deve entrar para editar os dados de Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Compartilhado.
Título canônico
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Título original
Títulos alternativos
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Lugares importantes
Eventos importantes
Filmes relacionados
Epígrafe
Dedicatória
Primeiras palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
The synagogue in Brinitz

Total darkness. Before the curtain is raised, a soft, mystical chant is heard, as if from afar:
Why, oh why did the soul plunge
From the upmost heights
To the lowest depths?
The seed of redemption
Is contained within the fall.
Citações
Últimas palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
(Clique para mostrar. Atenção: Pode conter revelações sobre o enredo.)
Aviso de desambiguação
Editores da Publicação
Autores Resenhistas (normalmente na contracapa do livro)
Idioma original
CDD/MDS canônico
LCC Canônico

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês

Nenhum(a)

The Dybbuk, regarded as the classic drama of the Yiddish stage, has long frightened yet fascinated audiences throughout the world. Based on Jewish folklore, its dark implications of mysterious, other-worldly forces at work in a quaint and simple village make for gripping, suspenseful theater. To the Chassidic Jews of eastern Europe, a dybbuk was not a legend or a myth; rather it remained a constant and portentous possibility. During that age of pervasive mysticism, when rabbis became miracle workers and the sinister arts of the Kabbala were fearsomely invoked, it was never doubted that a discontented spirit from the dead could cross the barrier between the "real" and the "other" worlds to enter a living human body. The Dybbuk is a masterful play, full of deep-rooted obsessions and dramatic suspense, fascinating for the glimpse it provides of the rich, poetic, and often tragic culture of the Chassidim. In this classic translation by Henry Alsberg and Winifred Katzin, the authentic cadences of the original Yiddish are deftly preserved.

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo em haiku

Current Discussions

Nenhum(a)

Capas populares

Links rápidos

Avaliação

Média: (3.57)
0.5
1 1
1.5
2
2.5
3 1
3.5
4 4
4.5
5 1

É você?

Torne-se um autor do LibraryThing.

 

Sobre | Contato | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blog | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Históricas | Os primeiros revisores | Conhecimento Comum | 201,809,140 livros! | Barra superior: Sempre visível