Página inicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Pesquise No Site
Este site usa cookies para fornecer nossos serviços, melhorar o desempenho, para análises e (se não estiver conectado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing, você reconhece que leu e entendeu nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade . Seu uso do site e dos serviços está sujeito a essas políticas e termos.
Hide this

Resultados do Google Livros

Clique em uma foto para ir ao Google Livros

The Information: A History, a Theory, a…
Carregando...

The Information: A History, a Theory, a Flood (edição: 2011)

de James Gleick (Autor)

MembrosResenhasPopularidadeAvaliação médiaMenções
2,8561013,652 (3.94)46
From the invention of scripts and alphabets to the long misunderstood "talking drums" of Africa, James Gleick tells the story of information technologies that changed the very nature of human consciousness. He also provides portraits of the key figures contributing to the inexorable development of our modern understanding of information, including Charles Babbage, Ada Byron, Samuel Morse, Alan Turing, and Claude Shannon.… (mais)
Membro:yrthroat
Título:The Information: A History, a Theory, a Flood
Autores:James Gleick (Autor)
Informação:Pantheon (2011), Edition: 1st, 544 pages
Coleções:Sua biblioteca
Avaliação:
Etiquetas:to-read, owned-but-not-read-yet

Detalhes da Obra

The Information: A History, a Theory, a Flood de James Gleick (Author)

  1. 30
    Gödel, Escher, Bach: An Eternal Golden Braid de Douglas R. Hofstadter (Popup-ch)
    Popup-ch: Gleicks book makes innumerable references to this classic.
  2. 31
    Chaos: Making a New Science de James Gleick (bj2211)
  3. 00
    Decoding the Universe: How the New Science of Information Is Explaining Everything in the Cosmos, from Our Brains to Black Holes de Charles Seife (waitingtoderail)
    waitingtoderail: Gleick looks at information theory with more of a view from a mathematical side, Seife more from a scientific side. They complement each other wonderfully.
  4. 00
    The User Illusion: Cutting Consciousness Down to Size de Tor Nørretranders (Popup-ch)
    Popup-ch: Both books address the fundamental problems of communication, but in a slightly different manner. Where Gleick concentrates on the encoder, and Shannon's coding efficiency, Nørretranders instead looks at how this is perceived by the receiver, and ultimately at how the human brain makes sense of the world around us.… (mais)
  5. 11
    The Shallows: What the Internet Is Doing to Our Brains de Nicholas Carr (davesmind)
Carregando...

Registre-se no LibraryThing tpara descobrir se gostará deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

» Veja também 46 menções

Um livro que ajuda a compreender a fórmula da vida. Sim. Isso vai ser uma das coisas que se aprende nesse livro. A noção de informação está atrelada a todas as ciências. Física, biologia, filosofia, computação. Esse livro mostra como todas as áreas da vida se apropriaram dessa noção para explicar seus fenômenos.

Um dos grandes méritos de James Gleick é a capacidade de estabelecer uma relação clara entre as pinturas nas cavernas, tambores africanos, código morse, DNA e Wikipedia.

Mesmo alternando uma escrita densa quando foca em conceitos fundamentais, com histórias leves que retratam a proximidade do tema ao nosso cotidiano, James Gleick traz ao público geral um tema que tende a pautar as discussões do futuro. Bom demais.
  edergoncalves | Jul 2, 2020 |
The heart of Gleick’s book is his treatment of the new information theory that Shannon — and computer scientist and mathematician Alan Turing, noisily brilliant pioneer Norbert Stuart Wiener and many others — created in the middle decades of the 20th century. But Gleick loops backward to discuss early efforts at messaging and storage, from drum messages to dictionaries, and forward to make clear the massive consequences of what Shannon and the others wrought. ...

Gleick is a technological determinist, in a moderate way. He argues elegantly that the telegraph promoted everything from the weaving of networks to the building of skyscrapers and the creation of a new “telegraphic” style of communication.

It seems a pity, accordingly, that he does not say more about the ways in which information theory and its technical progeny have changed our ways of reading and writing, doing research and listening to music. ...
 
A highly ambitious and generally brilliant effort to tie together centuries of disparate scientific efforts to understand information as a meaningful concept. For a society that believes itself to live in an information age, the subject could hardly be more important. That the project doesn't fully succeed has more to do with the limits of our understanding than with Gleick's efforts.
adicionado por Shortride | editarSlate, Tim Wu (Mar 28, 2011)
 
Bestselling science and technology writer Gleick (Genius) gives a brilliant, panoramic view of how we save and communicate knowledge-from ancient African drumming to alphabets, the telegraph, radio, telephone and computers-and provides thrilling portraits of the geniuses behind the inventions.
 

» Adicionar outros autores (15 possíveis)

Nome do autorFunçãoTipo de autorObra?Status
Gleick, JamesAutorautor principaltodas as ediçõesconfirmado
Bearse, M. KristenDesignerautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Mendelsund, PeterDesigner da capaautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado

Pertence à série publicada

Você deve entrar para editar os dados de Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Compartilhado.
Título canônico
Título original
Títulos alternativos
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Lugares importantes
Eventos importantes
Filmes relacionados
Premiações
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Epígrafe
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Anyway, those tickets, those old ones, they didn't tell you where you were going, much less where you came from. He couldn't remember seeing any dates on them, either, and there was certainly no mention of time. It was all different now, of course. All this information. Archie wondered why that was.
— Zadie Smith

What we call the past is built on bits.
— John Archibald Wheeler
Dedicatória
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
For Cynthia
Primeiras palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Prologue
After 1948, which was the crucial year, people thought they could see the clear purpose that inspired Claude Shannon's work, but that was hindsight.
Chapter 1
No one spoke simply on the drums.
Citações
Últimas palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
(Clique para mostrar. Atenção: Pode conter revelações sobre o enredo.)
Aviso de desambiguação
Editores da Publicação
Autores Resenhistas (normalmente na contracapa do livro)
Idioma original
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
CDD/MDS canônico
From the invention of scripts and alphabets to the long misunderstood "talking drums" of Africa, James Gleick tells the story of information technologies that changed the very nature of human consciousness. He also provides portraits of the key figures contributing to the inexorable development of our modern understanding of information, including Charles Babbage, Ada Byron, Samuel Morse, Alan Turing, and Claude Shannon.

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo em haiku

Links rápidos

Capas populares

Avaliação

Média: (3.94)
0.5 1
1 4
1.5 1
2 22
2.5 8
3 80
3.5 29
4 210
4.5 32
5 124

É você?

Torne-se um autor do LibraryThing.

 

Sobre | Contato | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blog | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Históricas | Os primeiros revisores | Conhecimento Comum | 160,398,685 livros! | Barra superior: Sempre visível