Página inicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Pesquise No Site
Este site usa cookies para fornecer nossos serviços, melhorar o desempenho, para análises e (se não estiver conectado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing, você reconhece que leu e entendeu nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade . Seu uso do site e dos serviços está sujeito a essas políticas e termos.
Hide this

Resultados do Google Livros

Clique em uma foto para ir ao Google Livros

The Eleven Thousand Rods: The Uncensored…
Carregando...

The Eleven Thousand Rods: The Uncensored Erotic Classic, Les Onze Mille… (original: 1907; edição: 2007)

de Guillaume Apollinaire, Alexis Lykiard (Tradutor)

MembrosResenhasPopularidadeAvaliação médiaMenções
312463,310 (2.85)2
'Les Onze Mille Verges' tells the story of a Romanian prince who comes to Paris in search of fame, excitement and sexual adventures. Leaving France, he travels to St Petersburg and ends up in the battle-torn Manchuria of the Russo-Japanese war.
Membro:amodaj
Título:The Eleven Thousand Rods: The Uncensored Erotic Classic, Les Onze Mille Verges
Autores:Guillaume Apollinaire
Outros autores:Alexis Lykiard (Tradutor)
Informação:Solar Books (2007), Edition: illustrated edition, Paperback, 128 pages
Coleções:Sua biblioteca
Avaliação:
Etiquetas:literature

Detalhes da Obra

Les Onze Milles Verges: Or the Amorous Adventures of Prince Mony Vibescu (Peter Owen Modern Classics) de Guillaume Apollinaire (1907)

Nenhum(a)
Carregando...

Registre-se no LibraryThing tpara descobrir se gostará deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

» Veja também 2 menções

Exibindo 4 de 4
"There is only one way today of saving our unfortunate and holy Russia, and that is through pederasty...".

Who says edification can't be entertaining? In this slim volume we have nothing less than a richly erudite compendium of the amatory culture of the western world - to be cherished and passed on in the family, alongside your Bibles, Sades and Beardsleys.

A word to those who would be wise: have handy your OED and a box of tissues (or a sock, or, ideally, a still warm, well-worn satin lederhosen). ( )
1 vote PhilOPosia | Dec 31, 2019 |
Eccessivo, irriverente, spesso drammatico questo breve romanzo racchiude tutta la trasgressività del grande scrittore surrealista. La perversione è il filo conduttore delle pagine che mettono a nudo i vizi di una società ipocrita a tal punto da riuscire caricaturale. ( )
1 vote cometahalley | Aug 29, 2013 |
At high school my literature teacher made her best to get us reading Apollinaire. I refused then, but when seeing this title I decided to give it a try.

Clear example of pornographic literature. Apollinaire knows how to write, so the pages flow easily - however the obsessive fascination for escatology, necrophilia, sadism and masochism make it predictable and boring. All this violence is probably metaphoric, but I did not have the will to sort it out and left it for what it is. ( )
2 vote Peppuzzo | Oct 31, 2011 |
Les Onze Mille Verges ou les Amours d'un hospodar est un roman érotique de Guillaume Apollinaire (le plus connu de cet auteur), publié en 1907 et simplement signé de ses initiales (« G. A. »). Il relate l'histoire fictive du prince roumain Mony Vibescu, dans un périple qui le mène de Bucarest à Paris, puis dans l'Europe entière et finalement à Port-Arthur (en Chine), où il meurt flagellé par un corps d'armée, accomplissant ainsi sa destinée pour avoir failli à un serment : « Si je vous tenais dans un lit, vingt fois de suite je vous prouverais ma passion. Que les onze mille vierges ou même les onze mille verges me châtient si je mens ! » Les pérégrinations du héros sont ponctuées de scènes notablement crues, où Apollinaire explore toutes les facettes de la sexualité avec une volonté évidente d'éclectisme : sadisme alterne avec masochisme, ondinisme/scatophilie avec vampirisme, pédophilie avec gérontophilie, onanisme avec sexualité de groupe, saphisme avec pédérastie, etc. L'écriture est alerte et le ton frais, l'humour — noir au besoin — constamment présent, et l'ensemble du roman dégage une impression de « joie infernale », qui trouve son apothéose dans la scène finale. On a longtemps discuté sur la paternité du texte (il n'a jamais été revendiqué explicitement), mais son attribution à l'auteur d’Alcools ne fait aujourd'hui plus de doutes, et Les Onze Mille Verges figurent désormais en bonne place dans les œuvres complètes d'Apollinaire. ( )
2 vote vdb | Aug 14, 2010 |
Exibindo 4 de 4
sem resenhas | adicionar uma resenha

» Adicionar outros autores (23 possíveis)

Nome do autorFunçãoTipo de autorObra?Status
Guillaume Apollinaireautor principaltodas as ediçõescalculado
Macau, Josep RafaelTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Simons, BertTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Você deve entrar para editar os dados de Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Compartilhado.
Título canônico
Título original
Títulos alternativos
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Lugares importantes
Eventos importantes
Filmes relacionados
Premiações
Epígrafe
Dedicatória
Primeiras palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Bucarest est une belle ville où il semble que viennent se mêler l'Orient et l'Occident.
Citações
Últimas palavras
Aviso de desambiguação
Editores da Publicação
Autores Resenhistas (normalmente na contracapa do livro)
Idioma original
CDD/MDS canônico

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês

Nenhum(a)

'Les Onze Mille Verges' tells the story of a Romanian prince who comes to Paris in search of fame, excitement and sexual adventures. Leaving France, he travels to St Petersburg and ends up in the battle-torn Manchuria of the Russo-Japanese war.

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo em haiku

Links rápidos

Capas populares

Avaliação

Média: (2.85)
0.5 1
1 7
1.5 1
2 10
2.5 3
3 14
3.5 4
4 6
4.5 1
5 6

É você?

Torne-se um autor do LibraryThing.

 

Sobre | Contato | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blog | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Históricas | Os primeiros revisores | Conhecimento Comum | 157,885,055 livros! | Barra superior: Sempre visível